Tratamento de melanoma por bnct

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6295 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA NUCLEAR

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS E TÉCNICAS NUCLEARES

Tratamento de Melanoma
por - BNCT

GERALDO PORTO DE ARAUJO

Belo Horizonte
Junho/2011

GERALDO PORTO DE ARAUJO

Tratamento de Melanoma por Captura Neurônica pelo Boro - BNCT

Monografia apresentada à Disciplina
Radiações Aplicadas Biomédicas docurso
de Mestrado em Ciências e Técnicas
nucleares da Escola de Engenharia da
UFMG.

Professor: Tarcísio Passos Ribeiro de
Campos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
BELO HORIZONTE
2011

0

Índice

I.

Introdução

pag. 02

II.

Fundamentação teórica

pag. 03

III.

Células cancerosas

pag. 07

IV.

Fatores de risco

pag. 09

V.

Manifestações Clinicaspag. 12

VI.

Prevenção

pag.14

VII.

Diagnostico

pag. 15

VIII.

Tratamento

pag. 15

IX.

Terapia Genética

pag. 17

X.

Tratamento com BNCT

pag.20

XI.

Conclusão

pag.25

XII.

Bibliografia

pag. 26

1

I.

Introdução

Este trabalho visa mostrar a contribuição significativa, no diagnostico ou na terapia, que
as técnicas nucleares oferecema medicina no combate a enfermidades. Mais
especificamente trataremos da técnica BNCT no combate ao melanoma. Esta técnica
consiste em bombardear os tumores com um feixe nêutrons térmicos no qual tem uma
concentração de boro (¹°B) significativa que, quando atingido pelo nêutron torna-se um
emissor alfa, irradiando as células tumorais e poupando células circunvizinhas sadias
por, apesar de teralta LET, possui curto alcance.
A eficácia deste tratamento depende de fatores como a capacidade de absorção de
boro pela célula cancerígena devido a sua natureza, a intensidade adequada da
energia do feixe de nêutrons e outros. A combinação de algumas técnicas como
quimioterapia com a boroterapia vem obtendo resultados satisfatórios no combate ao
câncer de um modo geral.
Vamos trabalharespecificamente nos resultados obtidos nos tratamentos de
melanomas.

2

II.


Fundamentação Teórica

O boro
O boro é
um elemento
químico de símbolo B , número
atômico 5
(5 prótons e
5 elétrons )
com massa
atômica 11 u. É um sólido na temperatura
ambiente,
classificado
como semimetal ou
metalóide, semicondutor, tri valente que existe
abundantemente no mineral bórax.Apresenta
dois alótropos: boro amorfo que é um pó
marrom e boro metálico, cristalino, que é negro.

Figura 1 – Composto de Boro

A forma metálica é dura (9,3 na escala de
Mohs) e é um mau condutor à temperatura
ambiente. Não foi encontrado boro livre na
natureza.
Fibras de boro são usadas em aplicações
mecânicas especiais , como no âmbito
aeroespacial.

Figura 2 – Cristal de Boro

O borofoi identificado como elemento químico
por Jöns Jacob Berzelius em 1824.

O composto de boro de maior importância econômica é o bórax, empregado em
grandes quantidades para a fabricação de fibras
de vidro e perborato de sódio.
O Boro é usado em reatores nucleares com a
função de materiais de controle, é usado para
controlar e até mesmo finalizar a reação de
fissão nuclear em cadeia, pois oBoro é um
ótimo absorvente de Nêutrons. Outros usos:

Figura 3 – Pó de Boro

Fibras de boro são usadas em aplicações

mecânicas

especiais

,

como

no

âmbito

aeroespacial. Alcançam resistências mecânicas
de até 3600 MPa.


O boro amorfo é usado em fogos de artifício devido à coloração verde que
produz.

3

Alguns compostos de boro (do árabe buraq, e este do persaburah) são conhecidos há
milhares de anos. No antigo Egito, a mumificação dependia do natron, um mineral que
contém boratos e outros sais comuns. Na China, os cristais de bórax eram usados
desde 300 a.C. e na Roma antiga compostos de boro eram usados para a fabricação
de cristais.
Em 1808, Humphry Davy, J. L. Gay-lussac e L. J. Thenard obtiveram o boro com uma
pureza de aproximadamente...
tracking img