Transtorno obsessivo compulsivo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 19 (4749 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Warning: require_once() [function.require-once]: Unable to allocate memory for pool. in /home/brazil/public_html/includes/config.php on line 88

O transtorno obsessivo-compulsivo é marcado por uma ambivalência que se estende por todos os aspetos de sua vida. Acarreta sofrimento pessoal e social. O indivíduo reconhece que as obsessões ou compulsões são excessivas e irracionais, mas éatormentado por esmagadora descarga de ansiedade se não obedece aos desígnios da doença.
Na introdução do “Homem dos Ratos”, Freud (1909) diz que a neurose obsessivo-compulsiva não é algo em si fácil de entender – é muito menos fácil do que um caso de histeria. “A linguagem de uma neurose obsessiva, ou seja, os meios pelos quais ela expressa seus pensamentos secretos, presume-se ser apenas um dialeto dalinguagem da histeria" (Freud, 1909, pág. 143).
O termo “obsessivo” etimologicamente deriva dos étimos latinos “ob” (que quer dizer: contra, a despeito de...) mais “stinere” (que significa: uma posição própria, tal como parece em “des-tino”, luta-se contra si mesmo). A terminologia já mostra a situação de ambigüidade e ambivalência no sujeito obsessivo.
Da mesma forma que acontece com outrasestruturas da personalidade e/ou transtornos psicológicos, também o de natureza obsessiva diz respeito a forma e ao grau como organizam-se os mecanismos defensivos do ego diante de fortes ansiedades subjacentes. O DSM-IV (manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais) categoriza os transtornos obsessivo-compulsivo em transtornos de ansiedade, pois a ansiedade é o sintoma primário ou a causaprimária de outros sintomas.
Zimerman (1999) lembra que embora a obsessividade possa ser um elemento comum em diversas pessoas diferentes, é indispensável que se faça uma discriminação entre os seguintes estados: traços obsessivos em uma pessoa normal, ou como traços acompanhantes de uma neurose mista, uma psicose, perversão, etc.; caráter marcadamente obsessivo; neurose obsessiva-compulsiva. Asduas ultimas se diferenciam pelo fato de que uma caracterologia obsessiva implica a presença permanente e predominante dos conhecidos traços de meticulosidade, controle, dúvida, intolerância etc., sem que isso altere a harmonia do individuo ou que o faça sofrer exageradamente, embora ele apresente algumas inibições que o desgastam e possam estar infligindo algum sofrimento aos que convivem maisintimamente.
A terminologia clássica de Neurose Obsessiva-Compulsiva é, no DSM-IV e CID-10, modificada para a denominação de Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC).
O TOC é caracterizado pela necessidade ego distônica de realizar rituais de forma compulsiva, com o objetivo de aliviar a ansiedade provocada por pensamentos obsessivos. O Transtorno de personalidade obsessiva-compulsiva caracteriza-sepor traços que são ego-sintônicos e que pertencem mais ao escopo do pensamento (Chachamorich e Fetter, 2005).
Pode se dizer que uma pessoa portadora de um caráter obsessivo, desde que não excessivo, reúne aspectos “desejados socialmente”, como método, disciplina, ordem etc. Já a neurose obsessiva acarreta um grau de sofrimento a si próprio e aos demais , e também prejuízo a vida familiar e social.Os sintomas obsessivos e compulsivos compostos por dúvidas ruminativas, pensamentos cavilatórios, controle onipotente, frugalidade, obstinação, rituais e cerimônias, atos que são feitos e desfeitos continuamente sem nunca acabar, podem atingir um alto grau de incapacidade total do sujeito, para uma vida livre, gerando uma gravíssima neurose, se aproximando da psicose.
O DSM-IV exige para odiagnóstico sofrimento pessoal e comprometimento funcional para diferenciar o transtorno obsessivo-compulsivo de pensamentos ou hábitos comuns ou levemente excessivos. E aponta como critérios diagnósticos: a presença de obsessões e/ou compulsões que acarretem sofrimento e prejuízo pessoal e social para o indivíduo; em algum ponto durante o curso do transtorno, o indivíduo reconheceu que as obsessões...
tracking img