Transtorno bipolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3004 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Terapia Cognitivo - comportamental do Transtorno Bipolar

Introdução
Como categorizado pelo DSM-IV e pelo CID-10, o Transtorno Bipolar é um transtorno de humor caracterizado pela variação extrema do humor entre uma fase maníaca ou hipomaníaca, que são estágios diferentes pela gradação dos seus sintomas, hiperatividade física e mental, e uma fase depressiva, inibição, lentidão paraconceber e realizar idéias, ansiedade ou tristeza. Juntos, estes sintomas são comumente conhecidos como depressão maníaca.
Levando em consideração suas devastadoras consequências na vida sócio-afetiva dos portadores desta doença, bem como a desestruturação do ambiente familiar e a formação de conflitos no âmbito social que o transtorno implica, este trabalho tem como objetivo dar ênfase àimportância da terapia cognitivo-comportamental no tratamento psicoterápico do referido transtorno.
Visto que o tratamento farmacológico tem grande importância no controle dos episódios críticos da doença, porém não apresenta eficácia significativa sendo adotado isoladamente, o tratamento psicoterápico com abordagem na terapia cognitivo-comportamental mostra-se bastante eficaz nodirecionamento das resoluções de problemas e nas modificações dos pensamentos e comportamentos disfuncionais.

















Transtorno Bipolar: características e hereditariedade

O Transtorno de Humor Bipolar é considerado uma doença mental grave, incapacitante e recorrente que caracteriza-se pela alternância dos estados de humor, variando entre fases maníacas(ânimo exaltado) eepisódios depressivos, que se manifestam com diferentes graus de intensidade(Thase e Basco, 2003).
Até pouco tempo atrás o transtorno era denominado Psicose Maníaco-depressiva, termo considerado inadequado por alguns estudiosos pelo fato de acreditarem que este tipo de transtorno não apresente sintomatologia psicótica. O transtorno bipolar passou então a ser considerado uma perturbação afetiva.Conforme Lara(2009, p. 29) , “o termo ‘bipolar’ expressa os dois polos de humor ou de estados afetivos que se alternam nesse transtorno: a depressão e seu ‘oposto’, a hipomania ou a mania.” Essas mudanças drásticas entre estes dois estados de humor provocam alterações extremas nas cognições e no comportamento do indivíduo afetado.
Estima-se que este transtorno atinge 0,5% da populaçãomundial.Só no Brasil, de acordo com dados da Associação Brasileira de Transtorno Bipolar, podem existir até 15 milhões de pessoas com Transtorno Bipolar, de forma declarada(Tung, 2008). “A doença da inconstância”, como pode ser chamada popularmente, pode manifestar sintomas ainda na infância, com a ocorrência, em algumas pessoas, do primeiro episódio por volta dos 5 ou 6 anos, de acordo comQuilici(2006). O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, o DSM-IV, relata que a média de idade no início do transtorno é de 20 anos para homens e mulheres.
O Transtorno de Humor Bipolar, de acordo com o DSM-IV, pode ser caracterizado por Transtorno Bipolar do tipo I e Transtorno Bipolar do tipo II. O tipo I caracteriza-se por um ou mais episódios maníacos ou mistos, geralmenteacompanhados por episódios depressivos maiores. O tipo II caracteriza-se por um ou mais episódios depressivos maiores, acompanhado por pelo menos um episódio hipomaníaco.
A principal característica do Transtorno Bipolar, segundo Tung(2008), é a instabilidade de várias funções cerebrais, que podem ser percebidas na alteração do humor, variando da tristeza profunda à alegria exacerbada,transparecendo na ansiedade e irritabilidade que em pouco tempo se converte em apatia. Essas variações aparecem associadas à instabilidade do funcionamento do cérebro, no controle da atenção(distração excessiva) ou no armazenamento de informações(memória).
O corpo humano possui sistemas de controle que impedem que as várias funções fiquem excessivamente fora dos parâmetros mínimos. No...
tracking img