Transtorno anti-social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4139 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
INSTITUTO DE PSICOLOGIA

Disciplina: Personalidade 1
Professora: Marcelle de Carvalho

TÍTULO: Considerações acerca do comportamento antissocial e apresentação de um caso

Anne Lopes Bittencourt – DRE: 110112070
Aline Barreto Candia – DRE: 110183712
Ana Carolina Cubria – DRE: 110112020Amanda Cavalheiro – DRE: 110150624
Juliana Machado – DRE: 110112096
Paula Martins – DRE: 110112347
Natasha Fontoura – DRE: 110111498

Rio de Janeiro

Introdução:
A literatura internacional designa o termo antissocial ou transtorno dissocial, de acordo com o DSM-IV, Manual deDiagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais, a um tipo determinado de comportamento que, pelo caráter infrator, é capaz de ocasionar um desequilíbrio nas regras sociais ou então causar danos a outras pessoas. Podem ser identificados como comportamentos agressivos, vandalismo, piromania, mentiras, falta às aulas ou fuga de casa, dentre outros, quando apresentados com frequência ou magnitude acima donormal. Para diferenciar normalidade de psicopatologia, é importante verificar se esses comportamentos ocorrem esporadicamente e de modo isolado ou se constituem síndromes, representando um desvio do padrão de comportamento esperado para pessoas da mesma idade e sexo em determinada cultura.
Abordando o tema do comportamento antissocial sob diferentes pontos de vista, levando em conta os aspectoslegais (criminologia) e psiquiátricos, a literatura, sob o ponto de vista legal, a delinquência implica em comportamentos que transgridem as leis. No entanto, nem todas as crianças ou jovens que transgridem as leis são antissociais, então, o termo delinquente ficou restrito aos menores infratores (definição legal). Os atos antissociais relacionados aos transtornos psiquiátricos são maisabrangentes e se referem a comportamentos condenados pela sociedade moral, podendo ser diferenciado em transtorno da conduta.
O artigo que vamos apresentar discute as principais características do transtorno da conduta, enfatizando seu diagnóstico, evolução e tratamento. Os autores destacam os fatores associados ao comportamento antissocial na infância e adolescência com o objetivo de ampliar a visão doprofissional de saúde mental sobre a família e a comunidade nas quais o paciente está inserido. Primeiramente, o artigo define o conceito de transtorno de conduta, apresenta o diagnóstico baseado no DSM-IV, Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais e oferece sugestões de tratamento utilizando a psicoterapia com intervenção junto à família e escola. Dentro deste contexto,utilizaremos as linhas psicanalíticas e de terapia cognitivo comportamental para enriquecer a análise da questão.

Resumo do artigo: ‘‘ Transtorno da Conduta e Comportamento Anti-Social’’
O artigo que vamos apresentar discute as principais características do transtorno da conduta, enfatizando seu diagnóstico, evolução e tratamento, destacando os fatores associados ao comportamento antissocial nainfância e adolescência com o objetivo de ampliar a visão do profissional de saúde mental sobre a família e a comunidade nas quais o paciente está inserido.
Dentro da designação pela literatura internacional do termo antissocial (DSM-IV) como “um tipo determinado de comportamento que, pelo caráter infrator, é capaz de ocasionar um desequilíbrio nas regras sociais ou então causar danos a outraspessoas”, podem-se considerar comportamentos agressivos, vandalismo, piromania, mentiras, falta às aulas ou fuga de casa, dentre outros, quando apresentados com frequência ou magnitude acima do normal. Com base no DSM-IV que os autores apresentam o diagnóstico onde a criança ou jovem não possui um sofrimento psíquico ou constrangimento por suas atitudes. O quadro clínico do transtorno da conduta é...
tracking img