Transportes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6492 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
OBJETIVO

Pretendemos por meio deste conhecer os impactos dos transportes, custos de implantação, operação e manutenção dos modais rodoviário e ferroviário no transporte de carga entre Brasil e Estados Unidos.
Fazendo um comparativo entre Brasil e Estados Unidos teremos conhecimento e argumentos para podermos entender, comparar, analisar e sanar dúvidas referentes aos diferentes modaispesquisados.

INTRODUÇÃO

Este trabalho pretende comparar os custos de implantação, operação e manutenção dos modais rodoviária no transporte de carga entre Brasil e Estados Unidos.
A partir do custo de cada tonelada-quilömetro útil. Também são estimados os custos decorrentes dos impactos gerados com a implantação e a operação de cada um dos modais.
Este estudo serve para analisar e debater asdiferença entre os dois tipo de transportes e como cada um contribui para o desenvolvimento da sua nação.
Esperamos obter conhecimento com relação ao futuro desses dois modais. Reconhecer também informações das tecnologias que serão implantadas para que ocorra mais eficiência, economia e menor impacto com o meio ambiente. Outrossim, conhecer qual dos modais terá mais investimentos e expectativas deemprego, e qual será mais viável no futuro, com relação aos dois países.

POLITICA FERROVIÁRIA BRASILEIRA

O Brasil possui 29.706 quilômetros de extensão, sendo 1121 dela eletrificada, espalhados por 22 estados brasileiros mais o Distrito Federal. Também possui ligações ferroviárias com Argentina, Bolívia e Uruguai. Chegou a possuir 34.207 km, porém crises econômicas e a falta deinvestimentos em modernização, tanto por parte da iniciativa privada como do poder público, aliados ao crescimento do transporte rodoviário fizeram com que parte da rede fosse erradicada.
Em 10 de março de 1992 a RFFSA entrou no Programa Nacional de Desestatização - PND, dando início ao plano de desestatização do Governo Collor. Mas, somente no 1º trimestre de 1995, já no governo FHC, o Congresso aprovoua lei de concessão de serviços públicos.
A abertura da economia, a inserção do Brasil no mercado internacional, a necessidade de alternativas racionais ao transporte de cargas e passageiros, rodoviário e aéreo, e a enorme potencialidade do setor de transportes concorreram para a privatização da Rede Ferroviária Federal S/A - RFFSA em 1996 e da FEPASA, em 1997.
O processo de desestatização dasferrovias brasileiras só foi concluído efetivamente em 1999, quando o Ministério dos Transportes apresentou o Relatório Anual de Acompanhamento das Concessões Ferroviárias. Com a extinção da RFFSA, todas as linhas de passageiros foram extintas, ficando apenas o Trem de Prata, que ligava o Rio a São Paulo, e seria posteriormente finalizado em 1998.
Em 1997, o Governo Federal outorgou à Companhia Valedo Rio Doce a concessão da Estrada de Ferro Vitória a Minas e da Estrada de Ferro Carajás, e que permanecem até hoje em suas mãos. Em 1999, começa o processo de liquidação e extinção da RFFSA completada em 2007, 50 anos após a sua criação.

1.1 OPERADORAS ATUAIS

Das concessionárias que assumiram após a privatização, houve um rearranjo entre elas nas suas áreas de concessão. Em 1999, a FerroviaSul Atlântico mudou de nome e virou América Latina Logística, ao adquirir a concessão de ferrovias na Argentina. A Novoeste e a Ferroban, controladoras da malha Oeste e Paulista, se fundiram à Ferronorte, controladora da Malha Norte, e criaram a Brasil Ferrovias em 2002. Em 2006, após uma crise financeira, a Brasil Ferrovias é adquirida pela ALL, que passa a controlar além da Malha Sul, também asMalhas Paulista, Oeste e Norte, totalizando 11.738 km e sendo a maior operadora ferroviária do país.
A Cia. Ferroviária do Nordeste em 2008 trocou de nome e virou TNL – Transnordestina Logística. Abaixo segue as operadoras e o total de malha rodoviária que cada uma possui:

Operadora | Métrica
(1,00m) | Larga
(1,60m) | Mista
(1,00/1,60m) | Total |
ALL | 9.481 | 1.963 | 294 | 11.738 |...
tracking img