Transportes rodoviarios

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1152 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TRANSPORTES RODOVIÁRIOS

Atualmente, 61% das cargas transportadas nacionalmente são deslocadas por meio das
rodovias. O Brasil possui mais de 61 mil quilômetros só em vias federais pavimentadas.
Desde o advento da rodoviarização, a partir da década de 1950, a matriz de transporte
brasileira tem se mantido desequilibrada, com larga vantagem para este modal, cujos
custos, muitas vezes,superam aqueles apresentados por outros meios de transporte.
De acordo com a Fundação Dom Cabral e o Fórum Econômico Mundial (FDC;
FEM, 2009), o Brasil tem a terceira malha rodoviária mais extensa do mundo, todavia apenas 12% destas vias são pavimentadas. Também em função disso, grande parcela das cargas que atravessam o país o faz por meio das rodovias. Uma possível explicação para a persistência darodoviarização nacional refere-se aos custos relativos de construção das vias e ao foco de curto prazo dos planejamentos de transporte no país. Além disso, o transporte de cargas por rodovias apresenta diversas vantagens como: a flexibilidade nas rotas; a movimentação de pequenos volumes; menos custo de operação; e menores custos de embalagem.
Embora sejam amplamente distribuídas no territórionacional, as rodovias
brasileiras não possuem a qualidade desejada. O indicador de qualidade mais divulgado
é a Pesquisa Rodoviária (CNT, 2009), realizada em 89.552 quilômetros da malha
rodoviária pavimentada do país. Destes, 75.337 quilômetros estão sob gestão pública,
com a seguinte classificação: 37,7% entre ótimo e bom; 45,8% regular; e 26,4% entre
ruim e péssimo. Apesar da melhoria dosresultados da pesquisa nos últimos cinco anos,
a má qualidade ainda verificada nas rodovias brasileiras eleva os custos operacionais
do transporte, os quais se encontram entre 19,3% e 40,6% mais altos do que seriam
em condições ideais. Além disso, estradas danificadas geram aumento na emissão de
poluentes e propiciam acidentes, aumentando as despesas hospitalares.

É comum no Brasil aconstrução de rodovias de asfalto, cujo preço, em geral, é
inferior ao de pavimento em concreto. Contudo, as vias asfálticas sofrem deformações
constantes dados o clima brasileiro e o peso das cargas transportadas pelos caminhões, o
que reduz a durabilidade e o desempenho dessas estradas. Apesar de representarem maior custo inicial, rodovias em concreto chegam a apresentar custos de manutenção até 85%mais baixos, além de benefícios como mais segurança e redução na frenagem dos veículos de até 40% – em superfície molhada –, redução de até 20% do consumo de combustível desses mesmos veículos e economia entre 30% e 60% no gasto com energia elétrica na iluminação, devido à superfície clara oferecida pelo concreto (PAVIMENTO..., 2000).
Vale destacar ainda que o transporte rodoviário é, além de ummodal substituto
em muitas transposições de carga, também um meio complementar por excelência.
É por meio de caminhões que atravessam as rodovias do país que muitos carregamentos
deixam as áreas de produção e alcançam ferrovias ou portos a partir do qual serão transportados para os mais diversos destinos. Além disso, é muito comum também o transbordo de navios e trens para caminhões que realizam aentrega dos produtos aos consumidores finais.
Tendo em vista a enorme importância do setor rodoviário para a economia, o Ipea
decidiu dimensionar e avaliar os gargalos e as deficiências das rodovias nacionais .
Segundo estudo do Ipea e Denatran (2006), intitulado Impactos sociais e econômicos dos acidentes de trânsito nas rodovias brasileiras, estima-se que o custo dos acidentes foi deaproximadamente R$ 6,5 bilhões para 2005.

Nesse levantamento, foi identificada a necessidade de R$ 183,5 bilhões em
investimentos para sanar os problemas e impulsionar o setor rodoviário nacional,
ampliando sua eficiência e seu impacto sobre a economia do país .
O mapeamento identificou a necessidade de R$ 144,18 bilhões só em obras de recuperação, adequação e duplicação, quase 80% do total das...
tracking img