Transfusao sanguinea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1976 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Transfusão de sangue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ir para: navegação, pesquisa
|[pic] |Este artigo ou secção não cita nenhuma fonte ou referência (desde maio de 2009) | |
| |Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as| |
| |no corpo do texto ou em notas de rodapé. Encontre fontes: Google –news, books, scholar,| |
| |Scirus | |

A transfusão de sangue é uma prática médica que consiste na transferencia de sangue ou de um componente sanguineo de uma pessoa (o doador) para outra (o receptor). É um tipo de terapia que tem se mostrado muito eficaz em situações de choque, hemorragias oudoenças sanguíneas. Frequentemente usa-se transfusão em intervenções cirúrgicas, traumatismos, hemorragias digestivas ou em outros casos em que tenha havido grande perda de sangue.
[pic]
[pic]
Bolsa de sangue

|Índice |
|[esconder] |
|1 História|
|2 O sangue e seus componentes |
|3 Sistema Rh |
|4 Sistema ABO |
|4.1 Compatibilidade Sanguínea |
|5 Doação de Sangue ||6 Alternativas Actualmente Disponíveis |
|7 Complicações |
|8 Ver também |
|9 Ligações externas |

[pic][editar] História

Uma transfusão sanguínea foi descrita no século XV pelo escritor italianoStefano Infessura. O relato, de 1492, informava que o Papa Inocêncio VIII estava em coma. Foi então infundido o sangue de três meninos no pontífice agonizante (por via oral, uma vez que o conceito de circulação e os métodos de acesso intravenoso ainda existiam na época) por sugestão de um médico. Os meninos tinham 10 anos de idade e a eles foi prometido um ducado para cada um. Entretanto, o Papa e osmeninos morreram. Alguns autores não dão credito ao relato de Infessura, acusando-o de anti-papismo.
No século XVI, o médico britânico William Harvey foi o primeiro a descrever apropriadamente como o sangue era bombeado por todo o corpo pelo coração, tendo realizado experimentos com a circulação sanguinea. [2] No século seguinte, pesquisas mais sofisticadas sobre transfusão de sangue começaram,com experimentos bem sucedidos, envolvendo animais. As tentativas sucessivas com seres humanos, no entanto, continuavam tendo resultados fatais.
As primeiras transfusões de sangue foram realizadas em animais no século XVII por Richard Lower, em Oxford, no ano de 1665.
Dois anos mais tarde, Jean Baptiste Denis, médico de Luis XIV, professor de filosofia e matemática na cidade de Montpellier,através de um tubo de prata, infundiu um copo de sangue de carneiro em Antoine Mauroy, de 34 anos, doente mental que perambulava pelas ruas da cidade que faleceu após a terceira transfusão. Na época, as transfusões eram heterólogas (entre espécies diferentes) e Denis defendia sua prática argumentando que o sangue de animais estaria menos contaminado de vícios e paixões. Esta prática consideradacriminosa e proibida inicialmente pela Faculdade de Medicina de Paris, posteriormente em Roma e na Royal Society, da Inglaterra.
Em 1788, Pontick e Landois, obtiveram resultados positivos realizando transfusões homólogas, chegando à conclusão de que poderiam ser benéficas e salvar vidas. A primeira transfusão com sangue humano é atribuída a James Blundell, em 1818, que após realizar com sucesso...
tracking img