Transferir

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2628 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
OZMON, Howard A.; CRAVER, Samuel M.. Idealismo e educação. In: Fundamentos filosóficos da educação 6 ed. Trad. Ronaldo Cataldo Costa. Porto Alegre: Artmed, 2004, pg.27-58.

“Os idealistas acreditam que as ideias são a única realidade verdadeira.” (P.27, parágrafo 2°)
Fica evidente que mesmo passando por algumas mudanças as ideias continuam vivas e verdadeiras.
“Embora as ideias de Sócratestenham sido transmitidas apenas oralmente, com um enfoque dialético de pergunta e respostas, Platão escreveu-as e ilustrou o método e o pensamento socrático” (P.27, parágrafo 4°)
Platão foi um discípulo de Sócrates, por isso eles têm uma linha de pensamento igual, com algumas modificações.
“Segundo Platão, as pessoas deveriam preocupar-se principalmente com a busca da verdade.” (P.28, parágrafo7°)
O essencial era a verdade, para ele as pessoas deveriam procurar a verdade em outros campos.
“Em A República, Platão escreveu a respeito da separação entre o mundo das ideias e o mundo da matéria” (P.28, parágrafo 8°)
”A dialética olha os dois lados de uma questão.” (P.28, parágrafo 9°)
“A preparação em dialética deveria envolver um longo período de educação.” (P.29, parágrafo10°)
Platãodefine que o uso da dialética, é realizada por oposições, onde podem chegar a um consenso ou não. Para se obter o uso da dialética deve-se ter um bom estudo sobre o mesmo.
“Alegoria da Caverna” (P.29, parágrafo 11°)
Platão representava a Alegoria da Caverna da seguinte forma, prisão e liberdade. Prisão, era o interior da caverna, onde-se tina uma visão limitada, vista como o mundo sensível.Liberdade, era o exterior da caverna, que se tinha uma visão ampliada, que representava o mundo das ideias.
“Platão não pensava que as pessoas criavam conhecimento, mas o descobriam.” (P.29, parágrafo13°)
Ao redor dos seres humanos, há vários conhecimentos, onde cada um irá descobrir e não criar.
“O filósofo-rei de Platão não seria apenas uma pessoa sábia, mas também uma pessoa boa, pois o malbrota mais a ignorância do que de qualquer outra coisa.” (P.30, parágrafo 16°)
Platão mais que tudo visava o Bem.
“A arte torna-se um componente útil do processo educacional.” (P.30, parágrafo 18°)
Depois que a arte foi examinada criticamente, torna-se de grande valor.
“Em A Cidade de Deus, ele descreveu a cidade de Deus e a cidade dos homens como divisões de universo.” (P.31, parágrafo 21°)Segundo Santo Agostinho, a cidade de Deus era movida pela fé e a cidade dos homens movida pelo pecado.
“Santo Agostinho preocupava-se muito com o conceito de mal e acreditava que, por haver herdado o pecado original de Adão, o homem estava continuamente engajado em uma luta para retomar o tipo de pureza que possuía antes da queda” (P.31, parágrafo 22°)
Muitas pessoas se prendem ao pecado, por issohá uma dificuldade em retornar a vida com Deus.
“Defensor do método dialético de aprendizagem.” (P.31 parágrafo 24°)
Assim como Platão, Santo Agostinho usava a dialética para fins da educação.
“Ele pensava que um demasiado interesse pelas coisas terrenas poderia ameaçar a alma.” (P.31, parágrafo 25°)
“Somente pela fé, ou pela intuição, pode-se entrar no reino das ideias verdadeiras.” (P.31,parágrafo 26°)
Segundo Santo Agostinho, o pecado vem das coisas mundanas que pode afetar a alma, por isso as pessoas deveriam ter uma grande fé.
“A aprendizagem deve vir de dentro, e todo conhecimento verdadeiro vem de Deus.” (P.32, parágrafo 28)
Não é certo um homem ensinar o outro, mais pode opinar, pois todo conhecimento bom verdadeiro vem de Deus.
“A igreja cristã foi criadora e protetora dasescolas, e as gerações educadas nessas escolas foram doutrinadas de acordo com ponto de vista idealista.” (P.32, parágrafo 30°)
Toda criança era ensinada para um único ideal (Deus).
“Penso, logo existo.” (P.33, parágrafo 35°)
“Qualquer ideia ou pensamento particular depende de outras ideias.” (P.32, parágrafo 37°)
Descartes só discutia o que ele pensava. Retratava também que não se podia...
tracking img