Traffic calming

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3586 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA
FACULDADE DE TECNOLOGIA DE BOTUCATU
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGISTICA

SANDRA EMILIO DE OLIVEIRA

TRAFFIC CALMING

Botucatu-SP
Junho – 2012
SUMÁRIO


1 revisão de literatura 02
2 opções de traffic calming 12
3 conclusão 20
4 referências 21

1. REVISÃO DE LITERATURA

Segundo Barbosa apud Gondim (2001), o conceitode Traffic Calming ou Moderação do Tráfego, como tipicamente denominado na literatura nacional, se desenvolveu a partir de três idéias: áreas ambientais, na Inglaterra; woonerfs ou pátios residenciais, na Holanda; e a criação de áreas de pedestres, na Alemanha.
O relatório Buchanan - em Traffic in Towns em 1963 na Inglaterra - desenvolveu o conceito de zona ambiental, áreas protegidas dotráfego de passagem, através da relação entre as condições viárias para o atendimento do tráfego e as condições de manutenção da qualidade ambiental, propondo controles ao fluxo do tráfego através de uma hierarquia viária.
Os woonerfs ou pátios residenciais, surgidos em 1975 na Holanda, criam ambientes integrados entre transporte não motorizado e veículos motorizados, em que a velocidade destes últimosé contida, dando prioridade e segurança a pedestres e ciclistas, diferentemente do método tradicional de separação das faixas de circulação viária de acordo com cada modalidade de transporte.
A criação de áreas de pedestres surgiu por volta de 1930 na cidade de Essen na Alemanha, com a restrição ao uso de veículos motorizados em ruas de áreas residenciais e centrais. Cada uma destas metodologiascontribuiu com uma parte do conceito e dos objetivos da moderação de tráfego: qualidade ambiental, controle do tráfego, controle da velocidade, integração com prioridade para o sistema não motorizado e restrição à circulação de veículos.
De acordo com Hass-Klau, a moderação do tráfego pode ser definida no sentido amplo ou no sentido restrito. No sentido amplo, é quando a moderação do tráfego prevêuma política global de transportes a qual envolve o estímulo ao pedestre, ao uso de bicicletas e do transporte público, em complemento a redução de velocidade dos veículos. No sentido restrito, a moderação é definida como uma ferramenta para reduzir o número de veículos conseguindo assim a diminuição do nível e severidade dos acidentes, do ruído, da poluição do ar e, também, a melhoria doambiente das ruas priorizando a circulação dos pedestres.
A moderação do tráfego pode ser definida ainda como um conjunto de técnicas para reduzir os efeitos negativos do trânsito ao mesmo tempo em que cria um ambiente seguro, calmo, agradável e atraente. Objetivando mudar o volume do tráfego e o comportamento dos motoristas, que passam a conduzir seus veículos de maneira mais lenta e adequada àscondições locais ao invés de adaptar o ambiente às exigências do tráfego motorizado (Devon County Council apud Esteves, 2003).
Considerando-se que se trata do uso de diversos dispositivos e ações, a combinação exata destas medidas vai depender das características específicas da área a ser tratada e do problema a ser solucionado.
Segundo Porto Júnior apud Medina (2004), os princípios da moderação dotráfego deveriam ser incorporados em uma visão sistêmica de todo complexo urbano, de modo a evitar que seus efeitos fiquem limitados às áreas das intervenções. Nesse sentido, além das áreas ambientais escolhidas para os investimentos em urbanização favorecendo os pedestres e evitando o tráfego de passagem, deveria ser considerada também uma rede de corredores viários para interligação das mesmas,conforme a concepção urbanística de Buchanan. Esses corredores seriam então tratados de modo a priorizar sistemas de transportes mais sustentáveis, ou seja, aqueles que contribuem para o desenvolvimento equilibrado, que une e serve os ambientes sociais, econômicos e naturais.
De acordo com Esteves (2003), áreas residenciais e comerciais assim como as áreas de uso misto requerem a adoção de...
tracking img