Traduzir com autonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5771 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FEVEREIRO DE 2013
Cap. 1 do livro: ALVES, F.; MAGALHÃES, C.; PAGANO, A.; Traduzir com autonomia: estratégias para o tradutor em formação. São Paulo: Contexto, 2000, p. 9-26.

1 Crenças sobre a tradução e o tradutor
Adriana Pagano
Objetivos
Neste capítulo, vamos abordar os seguintes aspectos:
• As crenças mais comuns em relação à tradução e ao tradutor e sua aplicabilidade ou validade àluz das novas teorias dos estudos da tradução;
• A noção de estratégias de tradução e sua relevância na abordagem do processo tradutório e do tradutor;
• Os principais elementos envolvidos no processo tradutório e seu papel na criação de condições que propiciem um trabalho bem-sucedido.
Considerações teóricas
Um dos assuntos que vêm sendo muito pesquisados atualmente nas áreas de educaçãoe cognição são os fatores que influenciam o processo de aprendizagem e aquisição de conhecimentos. Dentre esses fatores, ganha destaque o papel das crenças no processo de aprendizagem. Por crenças, entende-se todo pressuposto a partir do qual o aprendiz constrói uma visão do que seja aprender e adquirir conhecimento. Segundo pesquisadores, todo aprendiz possui uma série de crenças a respeito doque é aprender: como se aprende, qual o esforço a ser despendido nessa tarefa e com que velocidade são assimilados os conhecimentos (Butler & Winne, 1995). Esses pressupostos determinam os recursos e a forma que o aprendiz utilizará para resolver todo problema que surgir ao longo de seu aprendizado (Jacobson et al., 1996). Orientado pelas suas crenças, o aprendiz decide o que aprender, como,quando e em quanto tempo. Crenças que refletem adequadamente o processo de ensino/aprendizagem geralmente conduzem o aprendiz à escolha de recursos e formas apropriadas que, por sua vez, garantem o sucesso e o contínuo exercício de procedimentos acertados. Por outro lado, crenças errôneas ou pouco fundamentadas levam o aprendiz a optar por recursos e formas não apropriadas e culminam, geralmente, noinsucesso e na insatisfação.
Pesquisadores comprovaram como determinadas crenças – tais como a de que a aprendizagem deva ser um processo rápido sem demanda de maior esforço – levam o aprendiz a escolher formas muito superficiais de contato com o novo conhecimento, produzindo-se uma interação pouco significativa cujo resultado é a não apreensão de conhecimento. A área de ensino/aprendizagem delínguas estrangeiras também é ilustrativa a esse respeito. Pressupostos em relação ao método de aprendizagem de uma língua,
* o papel do professor em sala de aula,
* a relevância da gramática no processo de aquisição da língua,
* ou o roteiro a ser seguido para aprender o idioma

são exemplos de crenças que alunos possuem a respeito da aprendizagem de línguas estrangeiras. Essascrenças, as pesquisas mostram, influenciam diretamente o comportamento do aprendiz e o grau de sucesso dele na tarefa que persegue (vide McDonough, 1995).
Muitos alunos de línguas estrangeiras acreditam, por exemplo, que aprender um idioma é aprender rapidamente e de uma vez só uma série de regras gramaticais e vocabulário que serão guardados na memória como conhecimento já adquirido sobre essalíngua. Após conseguirem um certificado de conclusão de um determinado nível, esses aprendizes interrompem seus estudos da língua, acreditando que o conhecimento já foi adquirido e que não mais precisa ser posto em prática ou expandido. Após um certo período de tempo, vão se queixar do esquecimento de tudo que foi aprendido, devendo novamente freqüentar um curso daquela língua estudada. Como essacrença é muito arraigada, vemos aprendizes que transitam por diversos cursos, métodos e professores, sempre repetindo o mesmo processo de estudo e conseqüente abandono. Felizmente, alguns alunos (cada vez mais) possuem outra percepção do que seja aprender uma língua e percorrem esse processo de prática e aumento do conhecimento contínuos que garante um sucesso maior.
Muitos aprendizes de línguas...
tracking img