Trabalhosfeitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1399 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - Para Durkheim a sociedade ja se impoe no fato de a pessoa como dizia ele nao conseguir escolher sua acao e andar pre determinado nos padroes, isto se explifica no que ele chama de fato social, Isto é, o que as pessoas sentem, pensam ou fazem independente de suas vontades individuais, é um comportamento estabelecido pela sociedade. Não é algo que seja imposto especificamente a alguém, é algoque já estava lá antes e que continua depois e que não dá margem a escolhas.
Partindo deste pressuposto Durkheim diz que a sociedade por ser interligada e muito unida sofre com acoes individuais de pessoas e se algo acontece com ela todos sofrem tambem.
Outro item que pode ser citado quando se diz que a sociedade se impoe ao individuo é a instituição social, que é um mecanismo de proteção dasociedade, um conjunto de regras e procedimentos padronizados socialmente, reconhecidos, aceitos e sancionados pela sociedade, cuja importância estratégica é manter a organizacao do grupo e satisfazer as necessidades dos indivíduos que dele participam. As instituições são, portanto, conservadoras por essência, quer seja familia, escola, governo, policia ou qualquer outra, elas agem fazendo forçacontra as mudanças, pela manutenção da ordem.

2 - A sociedade de solidaredade mecanica é na verdade um mecanismo de interação dos indivíduos nos grupos ou nas instituições sociais. Da mesma forma, acaba sendo representada pelas diferentes formas de organização na sociedade, segmentada ou diferenciada, também os tipos de direito, se este se baseia no princípio do direito repressivo ou restitutivo.Nas sociedades de solidariedade mecânica os indivíduos vivem em comum porque partilham da consciência coletiva, assim partilham dos pensamentos em conjunto, elaboram a sua vida através da vida dos outros em praticamente todas as ações já as normas jurídicas representam de certa forma a sociedade em que vivemos, repressiva ou restitutiva. Nas sociedades de solidariedade mecânica as punições são dadasaos indivíduos e estes não podem dela fugir ou mesmo fazerem-se livres, pois a punição faz com que a sociedade de coesão e não se danifique, logo não se admite violação das regras sociais.
Nas sociedades de solidariedade orgânica os laços de solidariedade exigem a divisão do trabalho social, o tipo de organização social é de uma sociedade diferenciada, também o tipo de direito, diferente dasociedade de solidariedade mecânica, deve ser restitutivo. Durkheim vê como uma lei na história a passagem da sociedade de solidariedade mecânica para a sociedade de solidariedade orgânica. A atividade é mais coletiva, os indivíduos dependem uns dos outros, devido à especialização de funções ou mesmo a divisão do trabalho social. Demonstra que nas sociedades ditas modernas as sociedades são altamentedesenvolvidas e diferenciadas, assim cada indivíduo exerce funções diferenciadas.





3 - Podemos afirmar que a solidariedade social para Durkheim se daria pela consciência coletiva, pois essa seria responsável pela coesão (ligação) entre as pessoas. Contudo, a solidez, o tamanho ou a intensidade dessa consciência coletiva é que iria medir a ligação entre os indivíduos, variando segundo omodelo de organização social de cada sociedade. Nas sociedades de organização mais simples predominaria um tipo de solidariedade diferente daquela existente em sociedades mais complexas, uma vez que a consciência coletiva se daria também de forma diferente em cada situação.

4 - Marx, em uma análise sociológica, preconizava que não se deve partir do que os homens dizem ou representam, mas, aocontrário, deve-se partir de seu processo de vida efetivo, ou seja, de homens efetivamente ativos. Marx defende que a ciência não deve ser superficial, valorizando a importância da investição aprofundada com base na pesquisa científica.
Segundo Marx, o fetichismo é uma relação social entre pessoas mediatizada por coisas. O resultado é a aparência de uma relação directa entre as coisas e não entre...
tracking img