Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (257 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Émile Durkheim foi um dos pensadores que mais contribuiu para a consolidação da Sociologia como ciência empírica e para sua instauração no meio acadêmico, tornando-se oprimeiro professor universitário dessa disciplina. Pesquisador metódico e criativo deixou um considerável número de herdeiros intelectuais. O sociólogo francês viveu numaEuropa conturbada por guerras e em vias de modernização, e sua produção reflete a tensão entre valores e instituições que estavam sendo corroídos e formas emergentes cujoperfil ainda não se encontrava totalmente configurado.
“As referências necessárias para situar seu pensamento são, por um lado, a Revolução Francesa e a Revolução Industriale, por outro, o manancial de idéias que, sobre esses mesmos acontecimentos, vinha sendo formado por autores como Saint-Simon e Comte. Entre os pressupostos constitutivos daatmosfera intelectual da qual se impregnaria a teoria sociológica durkheimiana, cabe salientar a crença de que a humanidade avança no sentido de seu gradualaperfeiçoamento, governada por uma força inexorável: a lei do progresso. Esse princípio, herdado da filosofia iluminista, foi compartilhado por praticamente todos os autores do século 19,embora assumisse conotações particulares na obra de cada um deles. Aguçava-se, então, a consciência de que o repertório de idéias e valores da velha ordem social, do qualainda sobreviviam alguns elementos, fora destruído pelo vendaval revolucionário de 1789 e que era, portanto, necessário criar um novo sistema científico e moral que seharmonizasse com a ordem industrial emergente. O industrialismo, com sua incontida força de transformação, impunha-se a todos como a marca decisiva da sociedade moderna.
tracking img