Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (927 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A capacidade racional do homem é o principal elemento que o diferencia dos demais animais. A linguagem, que é uma das dimensões da racionalidade, desenvolveu-se e se aprimorou ao longo do processoevolutivo humano. Por isso, inúmeros estudos foram feitos sobre ela, tendo como enforque sua origem, seu desenvolvimento e sua relação com a sociedade. Alguns autores se destacaram nessas reflexões,como, por exemplo, o filósofo Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) em seu livro Ensaio sobre a origem das línguas(1759).
Rousseau relata, na referida obra, que é a linguagem que diferencia os homens dosanimais [1]. Ela, além de ser expressão do pensamento humano, pode dividir-se basicamente em duas formas: através dos gestos (artes pictóricas, símbolos, gesticulações etc.) ou da articulação dediferentes sons (a voz). Ambos – os gestos e os sons – podem ser detectados também nos animais, mas estes seguem uma determinação natural, pois a linguagem dentro de uma espécie, aparentemente, não muda.
Oshomens, por outro lado, desenvolveram o que Rousseau chama de linguagem de convenção [2] (gestos e palavras), que, embora sirva muitas vezes de empecilho para a sua comunicação, possibilita que hajaprogresso na língua, já que a mesma não está delimitada pela predeterminação natural, mas é desenvolvida e aprimorada ao longo dos tempos. Por conseguinte, Rousseau passou a especular sobre o motivopelo qual o homem desenvolveu a sua linguagem de convenção, já que ela é unicamente dele.
Com efeito, tanto os animais quanto os homens possuem praticamente as mesmas necessidades físicas. Por isso,estas não poderiam ser a causa determinante da linguagem de convenção. Rousseau, contudo, apresenta uma faculdade que é, de certa forma, própria do homem: os sentimentos [3]. Estes possibilitaram odesenvolvimento daquela linguagem, pois as primeiras línguas certamente tinham o intuito de falarem de sentimentos, como os usados no ato de expulsar um intruso, de repelir uma injusta acusação, ou...
tracking img