Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 62 (15464 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UEG- UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS
UnU DE PIRES DO RIO
LICENCIATURA PLENA EM GEOGRAFIA





QUALIDADE DE VIDA DO NEGRO NO BRASIL SEGUNDO AS ESTATÍSTICAS DO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE







CINTIA CIPRIANO DA SILVA


ORIENTADORA: PROF. MS. MARISE VICENTE DE PAULA







PIRES DO RIO- GO
2007
UEG- UNIVERSIDADE ESTADUAL DEGOIÁS
UnU DE PIRES DO RIO
LICENCIATURA PLENA EM GEOGRAFIA




QUALIDADE DE VIDA DO NEGRO NO BRASIL SEGUNDO AS ESTATÍSTICAS DO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE


Monografia apresentada à Banca Examinadora da Universidade Estadual de Goiás, Unidade Universitária de Pires do Rio, como exigência para obtenção de diploma de Graduação emGeografia.




CINTIA CIPRIANO DA SILVA


ORIENTADORA: PROF. MS. MARISE VICENTE DE PAULA







PIRES DO RIO- GO
2007




















Dedico este trabalho primeiramente a Deus, aos meus pais, minha avó, amigos, professores e todos que direta ou indiretamente estiveram ligados à pesquisa.






AGRADECIMENTOSA Deus em primeiro lugar, pela vida.
A minha orientadora profª. Ms. Marise Vicente de Paula, pela paciência e contribuições valiosas sem as quais eu não teria o êxito na pesquisa.
As minhas amigas Helianne e Larisse, pela força e carinho de sempre.
Ao meu pai, mãe e avó, porterem me feito à mulher que sou hoje.
Aos meus professores, pelo carinho com que nos ensinam cada dia.
Ao meu professor Carlos, por quem tenho grande admiração e quem me levou a escolher Geografia como curso.
Enfim, tenho muitos a agradecer, e sem citar mais nomes, agradeço a todos pelas contribuições, pelocarinho, pela paciência e pela amizade.























“Trazemos no corpo
O mel do suor
Trazemos nos olhos
A dança da vida
Trazemos na luta
A morte vencida”




(Pedro Tierra e Pedro Casaldáliga).






RESUMO





O negro noBrasil vive em uma condição socioeconômica inferior a do branco, e tal realidade é conseqüência de todo um processo histórico que se inicia com o processo de tráfico negreiro e colonização e descolonização do continente africano, passando pelo processo de escravidão e abolição da escravatura no Brasil, que vão marcar a trajetória socioeconômica e cultural do negro em nossa sociedade, criando umavisão racista e preconceituosa de nossa sociedade para com essa etnia que é tão rica culturalmente e que muito trabalhou para a construção do Brasil. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa é analisar a qualidade de vida do negro no Brasil segundo as estatísticas do IBGE, de forma a discutir como o negro contribui para a organização do território e da sociedade brasileira. E para sua realizaçãoforam feitas pesquisas bibliográficas, de acesso à internet e acesso documental, buscando desmistificar a idéia do negro como preguiçoso e da sociedade brasileira como democrática, demonstrando que o acesso do negro a saúde, educação, emprego, alimentação entre outros setores é deficitária e que não são suas características físicas que o diferenciam dos demais, mas a estrutura social brasileira quecriou um esteriótipo que coloca o negro como segregado e que tem no seio de sua sociedade forte preconceito para com essa etnia.




Palavras-chave: negro, estatísticas, espaço, IBGE, sociedade.











SUMÁRIO





Introdução .......................................................................................................11
1. Do tráfico negreiro ao processo de...
tracking img