Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3288 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE MARANHENSE SÃO JOSÉ DOS COCAIS
BACHARELADO EM ADMINISTRAÇAO DE EMPRESAS
DISCIPLINA: TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
PROFESSORA: AMPARO

INTERESES, CONFLITOS E PODER
AS ORGANIZAÇOES VISTAS COMO SISTEMAS POLITICOS

Ailton Alves;
Gérson Silva;
Rosana Carvalho;
Jorge Cavalcante;
Cristiane Figueiredo;
FilomenaCarvalho
Marcos Bandeira

TIMON/MA
MAIO/2012

INTRODUÇÃO
Existem alguns aspectos das organizações que ainda precisam ser considerados, como os nossos direitos dentro delas. Os direitos como cidadão estão em total conflito com os direitos como empregados. Enquanto em uma sociedade democrática todo cidadão é teoricamente livre em suas decisões e opiniões além de ser tratado de igual para igual,como empregado todos os direitos são negados, você tem que obedecer todas as regras do seu superior sem reclamar, a única liberdade que possui é poder escolher se fica ou não naquela empresa. Dessa forma, é visto que deve-se compreender as organizações políticas como sistemas políticos e entender o porque desse conflito de direitos.
Constantemente os administradores falam sobre autoridade, podere relação superior- subordinado; ficando evidente que estes são os aspectos políticos que envolvem as atividades dos que fazem as regras e daqueles que as seguem. Ao concluir que as organizações são ligadas a política pelo fato que é preciso encontrar formas de criar ordem e direção entre pessoas com interesses diferentes e conflitantes, pode-se aprender muito sobre os problemas e a autenticidadeda administração como processo de governo.
Devido à ideia de esperar que todas as organizações sejam racionais, onde todos os membros buscam o mesmo objetivo desencoraja a discussão sobre a motivação política, isso acontece já que está impedido de reconhecer que a política pode ser um aspecto essencial da vida organizacional. Vale lembrar que, organizacionalmente, a noção de política nasce quandoos interesses são diferentes e a sociedade deve oferecer meios de reconciliação aos indivíduos por negociações e consultas.

AS ORGANIZAÇÕES COMO SISTEMAS DE GOVERNO
Muitas organizações são administradas por gerentes autoritários que usam muito o poder adquirido por suas características pessoais, laços de família ou prestigio dentro da organização, cuidam de suas organizações com mãos deferro. As organizações assim como os governos empregam algumas regras como forma de manter o controle entre seus membros.
As formas de governar politicamente, citadas abaixo, são variações comuns das regras políticas das organizações:
* Autocracia: o governo e absoluto, o poder é sustentado por um individuo ou pequeno grupo (“Vamos fazer desta forma”);
* Burocracia: é regulamentada pelapalavra escrita. Os burocratas sentam atrás das mesas fazendo e administrando regras para sua organização (“Espera-se que façamos desta maneira”);
* Tecnocracia: o poder e a responsabilidade são responsabilizados a pessoa que possui o conhecimento e a especialização técnica (“A melhor maneira de fazer isto é desta forma”);
* Co-gestão: as partes opostas entram em entendimento para gerar juntasinteresses mútuos.(“Faremos um acordo, cada um com sua parte”)
* Democracia representativa: regra exercida através da eleição de membros que têm mandato para agir em nome daqueles a quem representam, durante um período determinado. (“Como vamos fazer isto”);
* Democracia direta: sistema no qual cada um tem direito igual de governar tomando parte em todas as decisões. (“Como vamos fazeristo”).
Embora a teoria organizacional frequentemente apresente ideias relacionando administração e a motivação das pessoas no trabalho, tais tópicos não são tão neutros quanto parecem. Ao compreender as organizações como sistemas políticos se obtém meios de explorar o significado desses temas, bem como o relacionamento entre política e organização.

AS ORGANIZAÇÕES VISTAS COMO SISTEMAS DE...
tracking img