Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1930 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Conduta para atividades físicas e/ou diárias para crianças e adolescentes com Diabetes Millitus tipo I


















Campo Grande/MS
Junho/2012




Conduta para atividades físicas e/ou diárias para crianças e adolescentes com Diabetes Millitus tipo I





Relatório apresentado como requisito para avaliação parcial da disciplinade Saúde na Infância e Adolescência, do 5º semestre do Curso de Educação Física – Bacharelado.























Campo Grande/MS
Junho/2012

Introdução

Diabetes Mellitus é uma doença do metabolismo da glicose causada pela falta ou má absorção de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas e cuja função é quebrar as moléculas de glicose para transformá-lasem energia a fim de que seja aproveitada por todas as células. A ausência total ou parcial desse hormônio interfere não só na queima do açúcar como na sua transformação em outras substâncias (proteínas, músculos e gordura).Existe duas situações diferentes:
A Diabetes tipo I e a tipo II. O tratamento do diabetes exige, além do acompanhamento médico especializado, os cuidados de uma equipemultidisciplinar. Um programa regular de exercícios físicos ajudara a controlar o nível de açúcar no sangue.
O trabalho a seguir falaremos sobre a conduta para atividades físicas e/ou diárias para crianças e adolescentes com diabetes mellitus tipo 1 (DM tipo 1). A criança e o adolescente com diabetes DM tipo 1 necessitam de atenção e cuidados especiais ao longo de suas vidas.Uma boa conduta deatividade física se bem estruturada e com profissionais bem informados em relação à doença, poderá interferir de maneira decisiva na vida de crianças e adolescentes com DM tipo1.
A atividade física, aliada a uma dieta adequada, a insulinoterapia e ao conhecimento da doença, pode melhorar o controle metabólico e o perfil lipídico desses indivíduos. Além disso, pode trazer vários outrosbenefícios e também auxiliar no controle de algumas patologias associadas ao diabetes. Porém, a prática da atividade física precisa ser bem conduzida, levando-se em consideração o princípio da individualidade biológica e a avaliação clínica e física do paciente. É preciso que os professores estejam sempre atentos em relação às características particulares de seus alunos diabéticos mediante situaçõeshipoglicêmicas ou hiperglicêmicas.
















METODOLOGIA


O Diabetes Mellitus é uma doença crônica que vem atingindo proporções cada vez maiores em nossa sociedade. Uma doença do metabolismo da glicose causada pela falta ou má absorção de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas e cuja função é quebrar as moléculas de glicose para transformá-las em energia afim de que seja aproveitada por todas as células. A ausência total ou parcial desse hormônio interfere não só na queima do açúcar como na sua transformação em outras substâncias (proteínas, músculos e gordura). Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes a incidência e a prevalência do diabetes no país estão aumentando e atingindo proporções epidêmicas, caracterizando um grande problema de saúdepública.
Os sintomas mais comuns da doença são: fadiga, cansaço, sede e fome intensa, micção frequente e perda de peso, apesar da excessiva fome. Havendo esses sintomas, o diagnóstico é certeiro.
A atividade física tem sido cada vez mais utilizada, juntamente com o medicamento e a dieta, como forma de tratamento do diabetes em razão dos benefícios que proporciona sobre o riscocardiovascular, controle metabólico, prevenção de complicações crônicas degenerativas, além de benefícios psicossociais. Porém, tal atividade física deve ser bem orientada por um profissional para que não exista nenhum tipo de complicação para os diabéticos.
A atividade física regular é parte fundamental do tratamento do DM tipo 1, porém temos verificado que nem todos têm acesso a programas de...
tracking img