Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1596 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice Página
Teste de Avaliação 1 – Pessoa Ortónimo 4
Teste de Avaliação 2 – Alberto Caeiro6
Teste de Avaliação 3 – Álvaro de Campos8
Teste de Avaliação 4 – Ricardo Reis10
Teste de Avaliação 5 – Os Lusíadas 
e Mensagem12
Teste de Avaliação 6 – 
 Felizmente Há Luar! 14
Teste de Avaliação 7 – 
Memoriaugestão de Correcção do Teste 118
Sugestão de Correcção do Teste 220
Sugestão deCorrecção do Teste 3 22
Sugestão de Correcção do Teste 424
Sugestão de Correcção do Teste 526
Sugestão de Correcção do Teste 628
Sugestão de Correcção do Teste

 

I

Depois de leres atentamente o texto que se segue, responde de forma correcta e
precisa às questões apresentadas.
Leve, breve, suave
Leve, breve, suave
Um canto de ave
Sobe no ar comque principia
O dia.
Escuto, e passou…
Parece que foi só porque escutei
Que parou.
Nunca, nunca, em nada,
Raie a madrugada,
Ou s’plenda o dia, ou doire no declive,
Tive
Prazer a durar
Mais do que o nada, a perda, antes de eu o ir
Gozar.
Fernando Pessoa, in Poesias , Ed. Ática

1.Pessoa parte de uma imagem-símbolo para posteriormente lhe extrair um sentido.
1.1.Descreve aimagem-símbolo presente no texto e conclui do efeito que propicia.

1.2.Caracteriza a atitude do sujeito poético face à realidade exterior.

2.“Nunca, nunca, em nada,” (v. 8)
2.1.Indica os sentimentos que dominam esta última parte do poema.

2.2.Mostra de que forma a linguagem (estruturas sintácticas e semânticas) ajuda a explicitar esses sentimentos.

3.Relaciona o texto poético apresentado comoutros poemas estudados e subordinados á mesma temática.
 

1.Atenta nos modificadores presentes no primeiro verso de cada estrofe.
II
1.1.Identifica-os e classifica-os morfologicamente.

1.2.Refere as palavras cujo sentido eles modificam.

2.Lê o texto seguinte:
Era um homem que sabia idiomas e fazia versos.
Ganhou o pão e o vinho pondo
palavras nolugar de palavras, fez versos como os versos se fazem,
isto é arrumando palavras de uma certa maneira.
Começou por se chamar Fernando, pessoa como toda a gente.(...)
Os amigos diziam-lhe que tinha um grande futuro à sua frente, mas ele
não deve ter acreditado, tanto que
decidiu morrer 
injustamente na flor da
idade, aos 47 anos, imagine-se.
(...)
Este Fernando Pessoa nunca chegou a terverdadeiramente a certeza de
quem era, mas por causa dessa dúvida é que nós vamos conseguindo saber um pouco mais quem somos. José Saramago, in  Público, de 10-12-1995

2.1.
Classifica morfologicamente as palavras destacadas.

2.2.Refere o seu valor aspectual.

III
Num texto expositivo-argumentativo de cem a duzentas palavras, comenta a afirmação transcrita.

“Ao invés de ele [FernandoPessoa] apenas transmitir, ou tentar transmitir, a emoção pura e simples, (…) submete-a ao exame da inteligência ou da razão poética.”
Massaud Moisés, A Literatura Portuguesa, Ed. Cultrix



SUGESTÕES DE CORRECÇÃO

TESTE DE AVALIAÇÃO 6 –Felizmente Há Luar! 
III
No conjunto de personagens agrupadas na esfera do poder e do antipoder, sobressai Matilde, que é, sem dúvida,
“a figura maisdramaticamente elaborada de toda a peça” 
.
Na verdade, Matilde, que apenas aparece em cena no segundo acto, surge-nos, inicial-
mente, como a mulher de um prisioneiro, disposta a tudo, inclusive a abdicar dos ideais que
levaram o general à prisão, para salvar o seu homem. No entanto, à medida que a acção dramática avança, Matilde aparece-nos como uma mulher dividida entre os seus humanos anseios(salvar Gomes Freire) e a convicção de que salvar o general, sacrificando a liberdade, não faz sentido. Assim, Matilde vai crescendo e quase que substitui o general enquanto símbolo da luta pela dignidade e pela liberdade. Matilde, contudo, nunca abdica da sua faceta de mulher apaixonada, advindo daí a sua complexidade enquanto personagem, uma vez que a
vemos, simultaneamente, como amante e...
tracking img