Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (458 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O poder destrutivo das impressões erradas[->0]|

Nunca se tem uma segunda oportunidade de causar uma boa primeira impressão. Precisamos de forma definitiva de um equilíbrio entre crenças ecomportamentos. Apreciamos ouvir a exposição dos textos terapêuticos da Bíblia, em especial quando eles nos atingem, mas continuamos descrentes quanto ao mesmo poder da palavra de Deus na vida do próximo.Esse desequilíbrio entre o que cremos e a ausência de influência do nosso credo são indícios de novas criaturas formadas em formas aleijadas e aleijantes. As impressões partem de onde menos esperamos,desde aqueles que julgamos modelos de maturidade, até atingir aquela fatia da cristandade que é refém quase que irreversível da “síndrome do farisaísmo”, que julga o próximo com o pior que possuemdentro de si. Esta postura, que é reflexo direto de memórias traumáticas, que constrói um círculo vicioso em que quem foi vítima, faz reféns do mesmo mal, o hábito cancerígeno das relações humanas: oprejulgamento.Mas, se nos serve de consolo, a Bíblia, em sua particularidade singular dentre as demais literaturas religiosas, não costuma esconder as falhas grosseiras das suas personagens, antes descreveas mazelas emocionais e espirituais das vítimas das impressões erradas. Em especial, Davi, filho de Jessé, o belemita. Quando da sua escolha sofreu prejulgamento no contexto familiar e palaciano,sendo alvejado desde a primeira aparição em um momento crítico da sua nação. I Sm registra cinco impressões erradas construídas quando da sua atitude altruísta de resgatar a honra manchada de Israel.Vamos às cinco impressões:Seu pai o descreve como menor, usando uma palavra que não descreve estatura física, mas nível de aceitação familiar; havia um ambiente saturado de preconceito contra Davi.Samuelo enxergou como alguém que preenchia as características para o cargo de rei. A língua hebraica usa duas palavras para “não”: uma expressa brandura, outra expressa ira. Quando Deus diz “não” para...
tracking img