Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5391 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3
2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 Contexto historico - econômico brasileiro 4
2.2 Contexto histório-econômico dos migrantes em seus paises de origem 6
2.2.1 Condições de acolhimento dos migrantes 8
2.2.1.1 Contribuições sócio-histórico-culturais dos migrantes 10
2.2.1.1.1 Históricomigratório de Colatina-E/S 11
3 EXEMPLOS DE ELEMENTOS DE APOIO AO TEXTO 13
3.1 EXEMPLOs DE GRÁFICOs 13
3.1.1 EXEMPLO DE QUADRO 14
4 CONCLUSÃO geral 15
4.1 Conclusão e análise do trabalho de cada integrante do grupo: 16
REFERÊNCIAS 21
INTRODUÇÃO

O Brasil nas ultimas décadas passou de um pais predominante rural para uma região onde a maioria da população vive em áreas urbanas. Muito sediscutiu sobre este ponto que teria como principal causa o êxodo rural com a formação de intensos fluxos de migrantes com destinos preferenciais nas grandes cidades. A população do meio rural, apesar de seus grandes crescimentos vegetativos, teria a tendência de estagnar ou diminuir, e haveria um grande aumento da população dos maiores centros urbanos com grande concentração desta nos centros maiores.Mais recentemente, foram discutidos pontos que apontavam para uma nova dinâmica migratória com reversão da tendência de concentração populacional nos centros maiores. Discutiu-se que estaria ocorrendo uma perda de poder atrativo destes centros urbanos em favor de centros médios e outras localidades. Associados a este fato, estaria havendo uma diminuição nos fluxos com origem nas regiõesnormalmente expulsoras de população e um aumento nas migrações de retorno com um possível desenvolvimento de um novo padrão demográfico brasileiro.
Entretanto os movimentos migratórios podem ser associados diretamente á evolução das características socioeconômica regionais. A formação de fluxos de migrantes poderia ser relacionada com a implantação de práticas capitalistas deprodução e devida á existência de importantes desigualdades regionais.
Muitos dos trabalhos recentes sobre a imigração no Brasil tiveram como principais objetivos quantificar e caracterizar a migração entre áreas ou discorrer sobre questões referentes á reestruturação espacial e urbana e as conseqüências desse processo. Alguns outros trabalhos, principalmente entre aqueles de vertentehistorio-estrutural procuram discutir a migração a partir de uma visão abrangente do ponto de vista econômica, social e de desenvolvimentos.






DESENVOLVIMENTO


1 Contexto historico - econômico brasileiro



No caso do Brasil, são quatro os principais tipos de migrações:
1-A imigração, muito importante no período de 1850 a 1934;
2-As migrações internas ouinter-regionais, que ocorreram durante toda a nossa história, mais assumiram maior importância após 1934, com declínio imigração e uma maior integração entre as diversas regiões do país;
3-A migração rural - urbana ou êxodo rural, que se acelerou após de 1950;
4-As migrações pendulares nas grandes cidades, que também vem aumentando deste a década de 1950, acompanhando oaumento da urbanização.
Mais não são apenas estas migrações que ocorram aqui, a vários outros movimentos populacionais, não só em relação ao número de pessoas que deles participaram, como também pelo significado econômico e territorial, como: migração urbano-urbana (de uma cidade para outra) é bastante intensa no Brasil. A migração rural-rural (de uma área agrícola para outra). E migraçãourbano-rural em que a pessoa deixa a cidade para viver no campo, tem importância numérica pequena.
O Brasil é um país de migrantes. Sua história esta intimamente ligada ao fenômeno migratório. Interesses econômicos das elites dominantes sempre estiveram por traz das grandes migrações vindas do exterior, ciclo da extração de minerais, ouro, pedras preciosas, do agro-negócio, café,...
tracking img