Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2749 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. OBJETIVO

A pesquisa a seguir tem o objetivo de apresentar os vários mitos existentes no Brasil a cerca da língua mãe e demonstrar o preconceito lingüístico.

2. METODOLOGIA

Para o desenvolvimento do tema tivemos como parâmetro principal a obra Preconceito Lingüístico (Marcos Bagno), e para complementar a pesquisa, verificamos as decisões dos Tribunais a respeito de supostos casos deintolerância que tiveram que ser resolvidos pelo Poder Judiciário.

3. PRECONCEITO E DISCRIMINAÇÃO

Inicialmente vamos definir preconceito e discriminação, através dos conceitos da Antropologia. Segundo a Enciclopédia Internacional de Ciências Sociais (apud Grupioni, 1995, p. 484), o preconceito é uma “opinião não justificada, de um indivíduo ou grupo, favorável ou desfavorável, e que levaa atuar de acordo com esta definição”. O preconceito gera a discriminação, que é o “tratamento desfavorável dado arbitrariamente a certas categorias de pessoas ou grupos, que pode ser exercido de forma individual ou coletiva, sobre um indivíduo ou um grupo de pessoas” (Grupioni, 1995, p. 484).
Tomamos por base nossa cultura para julgar as outras, ou seja, criamos preconceitos. Quando tomamosnossos pressupostos para entender ou julgar outra cultura, outro grupo, adotamos uma atitude preconceituosa.
“Quase sempre, temos uma valorização positiva do nosso próprio grupo, aliado a um preconceito acrítico em favor do nosso grupo e uma visão distorcida e preconceituosa em relação aos demais. Precisamos, assim, perceber que somos uma cultura, um grupo, e mesmo uma nação, no meio de muitasoutras.” Luís Donisete B. Grupioni.
4. A LINGUA PORTUGUESA FALADA NO BRASIL APRESENTA UMA UNIDADE SURPREENDENTE

A ciência já provou que não existe nenhuma língua no mundo que seja uniforme e homogênea. O monolinguismo é uma ficção. Esse mito é prejudicial à educação porque ao não reconhecer a verdadeira diversidade do português falado no Brasil, a escola tenta impor sua norma lingüística comose ela fosse a língua comum a todos, fazendo do aluno um mero receptor e negando o caráter multilíngüe do nosso país. 
Embora a língua falada pela grande maioria da população seja o português, esse português apresenta um alto grau de diversidade e de variabilidade, não só por causa da grande extensão territorial do país, mas também devido as graves diferenças de status social.
Devido asdiversidades do português seja na fonologia, na morfologia, léxico e outros pode-se dizer então que o português é heterogêneo. Se formos acreditar no mito da língua única perceberemos que grande parte dos brasileiros não possui língua, já que estes falam às variedades que não são reconhecidas como válidas.

5. SÓ EM PORTUGAL SE FALA BEM PORTUGUÊS

Essas opiniões refletem o complexo deinferioridade advindo do Brasil colônia. O brasileiro sabe português sim. O que acontece é que o nosso português é diferente do português falado em Portugal. A língua falada no Brasil, do ponto de vista lingüístico já tem regras de funcionamento, que cada vez mais se diferencia da gramática da língua falada em Portugal. Na língua falada, as diferenças entre o português de Portugal e o português falado Brasilsão tão grandes que muitas vezes surgem dificuldades de compreensão. O único nível que ainda é possível uma compreensão quase total entre brasileiros e portugueses é o da língua escrita formal, porque a ortografia é praticamente a mesma, com poucas diferenças.
Conclui-se que nenhum dos dois é mais certo ou mais errado, mais bonito ou mais feio, são apenas diferentes um do outro e atendem àsnecessidades lingüísticas das comunidades que os usam, necessidades lingüísticas que também são diferentes.

6. PORTUGUES É MUITO DIFÍCIL

O que acontece, é que a nossa gramática, se baseia na gramática vigente em Portugal, que apresenta uma língua falada muito diferente da nossa. Assim, o português tal qual estamos acostumados a aprender, o da gramática, pouco uso tem em nossa vida...
tracking img