Trabalhos feitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1259 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HIMENOLEPSÍASE

INTRODUÇÃO
Himenolepíase é uma verminose causada pelo Hymenolepis nana, que é um parasita cosmopolita, mais frequente em regiões de clima quente. A densidade populacional e o hábito de viver em ambientes fechados são dois fatores muito importantes na determinação da incidência dessa verminose. A resistência de até 10 dias dos ovos do parasita em meio externo, os maus hábitoshigiênicos, a ingestão acidental de alimentos e bebidas contaminados são formas bastante comuns de se contrair a himenolepíase.
No organismo, o Hymenolepis nana causa diversos sintomas no indivíduo, que varia em relação ao número de parasitas e a idade em que este indivíduo se encontra. São mais evidentes em crianças e se caracterizam principalmente por diarréias, dor abdominal, agitação, insônia,irritabilidade, raramente ocorrendo sintomas nervosos, dos quais os mais penosos são ataques epilépticos em formas variadas, incluindo cianos, perda de consciência e convulsões. Além disto, o verme pode causar extensas lesões na mucosa intestinal com pequenas ulcerações e perda de peso. O habitat principal do verme adulto é no intestino delgado, principalmente no íleo e jejuno do homem.
Agenteetiológico - Hymenolepis nana é a única taenia do homem sem um hospedeiro intermediário obrigatório.

Ciclo de vida
 
Os ovos infectantes de Hymenolepis nana são liberados com as fezes; os ovos infectantes podem sobreviver mais de 10 dias no ambiente. Quando esses ovos são ingeridos (através de alimento ou água contaminada, ou através da mão contaminada pelas fezes), há  semidigestão dos embrióforos, aoncosfera é liberada no intestino que penetra na vilosidade da mucosa intestinal e se transforma em larva cisticercóide. Após ruptura da vilosidade, o cisticercóide retorna ao lúmen e se fixa na mucosa intestinal pelo escólex, onde se desenvolve em uma taenia adulta. Pode ocorrer auto-infecção, quando o ovo retorna ao estômago por movimentos retroperistálticos, resultando na liberação de larvacisticercóide, que penetra na mucosa do íleo. O período de vida de uma larva adulta no intestino é de 4 a 6 semanas, porém a auto-infecção permite que a infecção persista por anos. Se os ovos de Hymenolepis nana forem ingeridos por carunchos de cereais, pulgas (principalmente de roedores) em seu estado larvar e outros insetos, a oncosfera é liberada na cavidade geral do inseto e se transforma emlarvas cisticercóides. Quando ingeridos acidentalmente, são infectantes para os seres humanos e também para os roedores.
Os ovos de Hymenolepis nana possuem forma elíptica. A casca é formada por duas membranas separadas por largo espaço claro, são finas e transparentes deixando ver em seu interior o embrião hexacanto ou oncosfera com seus seis ganchos. Possuem ainda duas pequenas saliênciaspolares chamadas mamelões, das quais partem filamentos
Os seres humanos são o reservatório comum da doença e possivelmente os ratos.O inicio dos sintomas é variável, porém o desenvolvimento da taenia adulta leva cerca de duas semanas.
MORFOLOGIA
Verme adulto: Mede cerca de 3 a 5 em com 100 a 200 proglotes, com 1 mm na parte mais larga. Cada proglote madura possui genitália masculina e feminina, porém aproglote grávida apresenta apenas o útero abarrotado de ovos. O escólex possui quatro ventosas e um rostro retrátil, armado com 20 a 30 ganchos ou aúleos. a 30 ganchos ou acúleos.
Ovos: São quase esféricos, são transparentes, isto é, apresentam uma cor acinzentada com contornos ou estruturas escuras. Possuem uma membrana externa delgada envolvendo um espaço claro, onde se encontram algunsfilamentos longos, originados de dois mamelões opostos existentes na membrana que envolve o embrião hexacanto ou oncosfera.
Larva cisticercóide: é uma pequena larva, constituída por um escólex (protoescólex) invaginado e envolvido por uma membrana, que contém uma pequena quantidade de líquido. Essa larva cisticercóide pode ser encontrada na cavidade geral de pulgas e coleópteros, como também nas...
tracking img