Trabalhos em altura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3970 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Código:
TRANSPETRO - PE-35-00042-B Título
TRABALHOS EM ALTURA
Órgão aprovador: TRANSPETRO/DT/SMS-DT/SP

Cópia Data de implantação: 21/04/2004
Órgão gestor: TRANSPETRO/DT/SMS-DT/SP X Assinatura:
Maria Eulalia Rocha Carneiro

1. OBJETIVO

Orientar os executantes de trabalhos em altura superior a dois metros com risco de queda de pessoas e objetos, quanto as medidas mínimas de segurançaa serem adotadas para evitar ou minimizar o risco de lesões.

Este padrão aplica-se aos Terminais Aquaviários de Santos e São Sebastião, Terminais Terrestres e Oleodutos de São Paulo e áreas de abrangência, Terminais Terrestres e Oleodutos do OSBRA e áreas de abrangência e Gasodutos/Malhases/SP-SUL.

2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA

Norma ABNT NBR 6494 - Segurança nos andaimes.
NormaRegulamentadora NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Industria da Construção.

3. DEFINIÇÕES

3.1 Andaime: plataforma para trabalhos em alturas elevadas por estrutura provisória ou dispositivo de sustentação.

3.2 Andaime Em Balanço: andaime suspenso fixo, suportado por vigamento em balanço.

3.3 Andaime Modular Simplesmente Apoiado: andaime constituído por quadros metálicos soldadoscuja estrutura se apóia diretamente no solo.

3.4 Andaime Simplesmente Apoiado: andaime cujo estrado está simplesmente apoiado, podendo ser fixo ou deslocar-se no sentido horizontal.

3.5 Andaime Suspenso Mecânico: andaime cujo estrado de trabalho é sustentado por travessas suspensas por cabos de aço e movimentado por meio de guinchos.

3.6 Andaime Suspenso Mecânico Leve: andaime suspensomecânico cuja estrutura e dimensões permitem suportar carga total de trabalho máxima de 300 kgf, respeitando-se os fatores de segurança de cada um de seus componentes; conforme NBR 6494.

3.7 Andaime Suspenso Mecânico Pesado: andaime suspenso mecânico cuja estrutura e dimensões permitem suportar carga de trabalho máxima de 400 kgf/m2, respeitando-se os fatores de segurança de cada um de seuscomponentes; conforme NBR 6494.

3.8 Cadeira Suspensa (balancim): é o equipamento cuja estrutura e dimensões permitem a utilização por apenas uma pessoa e o material necessário para realizar o serviço.

3.9 Cabo-Guia ou de Segurança: cabo com capacidade de resistir a uma força de tração superior a 12000 N, onde são fixadas as ligações dos cintos de segurança.

3.10 Cabos de Ancoragem:cabos de aço destinados à fixação de equipamentos, torres e outros à estrutura.

3.11 Cinto de Segurança Tipo Pára-quedista: é o que possui tiras de tórax e pernas, com ajuste e presilhas; nas costas possui uma argola para fixação de corda de sustentação.

3.12 Engastamento: fixação rígida da peça à estrutura.

3.13 Escada: estrutura constituída de pisos horizontais escalonados , suportado porduas peças em sentido transversal que possibilitem alcançar níveis diferentes de maneira segura com a necessidade de se utilizar as mãos para escalá-la.

3.14 Escada de Mão: escada portátil.

3.15 Escada de mão de Abrir: escada de mão auto-suportável tendo uma peça com degraus e outra de apoio(com degraus ou não) articuladas na parte superior.

3.16 Escada de mão de Apoio: escada demão não auto-suportável constituída por peça única com degraus.

3.17 Escada Extensível: escada de mão portátil que pode ser estendida em mais de um lance, com segurança.

3.18 Escada Fixa (tipo marinheiro): escada fixada em uma estrutura de forma a não poder ser deslocada acidentalmente.

3.19 Estaiamento: utilização de tirantes sob determinado ângulo, para fixar os montantes de umandaime ou torre.

3.20 Guarda corpo: Estrutura de proteção que serve de anteparo contra queda de pessoas, composta por dois travessões instalados a 0,70m(setenta centímetros) e 1,2 m(cento e vinte centímetros), capaz de resistir ao esforço horizontal de 80 kgf/m2 em seu ponto mais desfavorável.

3.21 Patamar: plataforma entre dois lances de uma escada.

3.22 Permissão de Trabalho PT:...
tracking img