Trabalhode psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1947 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O trabalho ora em questão visa fazer uma abordagem da conjuntura social existente na realidade da Revolução Industrial discorrendo, ainda que sucintamente, a respeito do capitalismo com todas suas nuances de sistema econômico responsável pelo desenvolvimento da produção em massa de produtos manufaturado e suas implicações na realidade social.
Dentro desse contexto socialbuscar-se-á realizar uma análise histórica da formação do Serviço Social, identificando qual a influência da propagação da idéia comunista nas mudanças ocorridas na sociedade capitalista como forma de defender este sistema econômico existente ante aquele proposto, discorrendo inclusive a cerca das teorias filosóficas e da influência do Estado burguês e da igreja na gênese do Serviço Social.
Por fim,será realizada uma análise comparativa do Serviço Social, na sua origem e nos dias atuais, buscando identificar o que seria e quais os seus campos de atuação nos dias de hoje.




















A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICO-CRÍTICA A CERCA DAS ORIGENS DO SERVIÇO SOCIAL


A compreensão do Serviço Social está diretamente relacionado com os fatores históricos ensejadores desua formação e institucionalização. Dentre os elementos mais importantes na formação histórica dessa ciência impende-se destacar como essenciais, a Revolução Industrial, enquanto elemento principiador do capitalismo monopolista; o surgimento do comunismo de Karl Max, com a divisão de classes e a atuação da Igreja Católica.
A Revolução Industrial, que se iniciou na Inglaterra no século XVIII, émarcada pela mudança de um sistema de produção movido pela energia humana - a manufatura, para a maquinofatura, que era o sistema movido pelas maquinas mecânicas. Foi neste mesmo período que houve o surgimento do capitalismo na Europa Ocidental. Capitalismo esse baseado em: um sistema onde os meios de produção (materias primas, máquinas, terras e indústria) são de propriedade privadapertencente a uma classe dominante denominada de Burguesia; a economia é de mercado, com a maioria dos produtos produzidos para se transformar em mercadorias; emprego predominante de energia mecânica; uma estrondosa urbanização com o crecimento das cidades e aumento do número de trabalhadores na indústria e no comércio em detrimento da agricultura e da pecuária, e ainda, uma clara e bem definida divisãodo trabalho onde cada trabalhador participava de apenas uma parte do proceso produtivo com o fulcro de produzir mais em menos tempo.
Essa mudança na forma de produzir, esse desenvolvimento urbano desordenado e essa nova divisão do trabalho trouxeram muitos problemas sociais e econômicos para os trabalhadores; entre eles é imperioso destacar: o inchaço das cidades com a forte migraçãodos camponeses,a precarização das condições de moradia, higiene e alimentação, péssimas condições de trabalho, precariedade na saúde, salários super baixos, onde chegava-se até a empregar crianças, mulheres ou idosos com salários muito inferiores. A exploração era muito extensa, pois, as pessoas chegavam a trabalhar por mais de 18 horas por dia, tendo que passar por diversos tipos dehumilhações e por vezes até castigos corporais por parte dos patrões. Assim, o trabalho maçante, penoso e mal remunerado, doenças graves, miséria e mortalidade faziam parte do brutal cotidiano das classes operárias nos primórdios da Revolução Industrial e geravam o agravamento dos problemas sócio-econômicos como o desemprego e a fome, que foram acompanhados de outros problemas, como a prostituição, oalcoolismo e as doenças mentais e laborais.
Diante da conjuntura acima e do inconformismo com essa realidade é que surge o Comunismo (que tem como um dos principais expoentes Karl Marx ) tendo como ideologia política-econômica o pensamento de uma sociededa igualitária e sem classes sociais, vindo a servir de contra ponto ao capitalismo, defendendo inclusive o fim da propriedade privada, que se...
tracking img