Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (536 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

LITERATURA BRASILEIRA

SALVADOR
UNIJORGE- Centro Universitário Jorge Amado
Data: 10 de Outubro de 2011.
Disciplina: Literatura Brasileira
Alunas: Carla Patrícia, Cláudia Chagas,Cristiane Oliveira, Djanira Souza, Marilene, Renata Reis.
Prof.: Marcos Botelho

1ª “A partir da leitura do texto de Alfredo Bosi “Do Antigo Estado á Máquina Mercante”, faça um comentário sobre o poemaTriste Bahia, discutindo a distinção entre o Antigo Estado e a Máquina Mercante” feita pelo poeta. Como essa relação de passagem afeta a constituição do sujeito?

No texto de Bosi, temos opoema de Gregório de Matos “Triste Bahia”, e é neste poema que o poeta demonstra já nos primeiros versos a sua insatisfação com o estado em que a Bahia se encontrava naquele período, ele diz estar“triste”, com a situação “triste” em que a Bahia se encontrava. Ele fala sobre o passado de riquezas e abundância vivido em outrora pela Bahia, com o sentimento de saudosismo. E relata o momento atual em quevive, onde o Estado já não tinha mais um “estado” tão glorioso, como o de antigamente. Pois devido à expansão capitalista (que ele denomina como máquina mercante), a Bahia sofre mudanças, que o mesmoconsidera que seria para pior. A perda desse Antigo Estado, é o que motiva Gregório de Matos a dar origem a este poema, tendo estas mudanças afetando tanto o Estado Bahia, como também ao próprio poeta. Eé fazendo uso deste artifício, que Gregório expõe sua insatisfação e tristeza pela atual situação vivida por ambos. Esta brusca mudança da terra próspera e rica, para um “mercado mercantilista”,visando apenas o lucro e o benefício próprio de países capitalistas, fez com que Gregório denominasse como “mercado mercantilista” os navios de comércio, navios britânicos, franceses etc, que traziammercadorias valiosas e de luxo. E foi somente após a abertura dos portos de Salvador, que antes só permitiam o acesso aos portugueses, é que o Estado veio a sofrer.
Com a chegada da “Máquina...
tracking img