Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1019 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA
DISCIPLINA: LABORATÓRIO DE GEOTECNIA
TURMA: B01-1
PROFESSOR: MILENA FREITAS ROCHA







FELIPE PEREIRA










DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA







GOIÂNIA
20/10/2012
I. Objetivo


O objetivo do presente relatório consiste em determinar a massa específica dos grãos de solo que passamna peneira de 4,8 mm de acordo com a NBR 6508/84.





II. Conceitos Fundamentais

Os solos são sistemas de três fases: ar, água e sólidos. Normalmente torna-se necessário encontrar relações de um determinado material, separando-os dos demais. Isso acontece quando achamos o teor de umidade, o índice de vazios e a massa específica dos grãos, que nos dá informações novas e importantes e queexpande nosso conhecimento de determinado solo. Alguns aparelhos auxiliam na obtenção desses índices físicos como o picnômetro, a bomba de vácuo e aparelhos de dispersão:
O picnômetro é utilizado para determinar a massa específica de liqudos e sólidos. É feito de vidro possui baixo coeficiente de dilatação térmica e a água é a substância padrão nele utlizada.
A bomba de vácuo,como o próprionome diz, cria um vácuo num determinado sistema. No ensaio realizado, ela retira o ar presente na amostra para que o ar não interfira no objetivo de determinar a massa específica dos grãos.
No caso da massa específica dos grãos, definida como [pic](g/ cm³), podemos obtê-la através de ensaios regidos pelas NBR 6457/1986 e NBR 6508/1984.



III. Materiais e Métodos


i. Materiaisutilizados:

Solo: amostra deformada e superficial de origem desconhecida.

ii. Equipamentos:
• Estufa capaz de manter a temperatura entre 105 e 110 ºC;
• Aparelho de dispersão, com hélices metálicas substituíveis e copo munido de chicanas metálicas;
• Picnômetro de 500 cm³, calibrado a 20ºC, com a respectiva curva de calibração;
• Bomba de vácuo com registros, vacuômetro econexões, capaz de aplicar um vácuo de 88 kPa, para remoção do ar aderente às partículas do solo;
• Termômetro graduado em 0,1ºC, de 0 a 50ºC;
• Balança que permita pesar nominalmente até 1,5 Kg, com resolução de 0,01 g e sensibilidade compatível;
• Funil de vidro;
• Conta-gotas.

IV. Métodos de Ensaio

Primeiramente, a amostra foi seca ao ar (secagem prévia) até próximo aumidade higroscópia, homogeneizada e passada na peneira de 4,8 mm, de acordo com a NBR 6457/86. Em seguida tomou-se 500 g dessa amostra para a realização de dois ensaios.
Foi pesada uma amostra de 60 g (M1) para ser usada no picnômetro de 500 cm³. Com o restante do material, foi efetuada a determinação da umidade, de acordo com a NBR 6457.
Em seguida, obedecendo a NBR 6508/84, a amostra foitransferida para o copo de dispersão, lavando-se a cápsula com água destilada para remoção completa do material. A água destilada foi acrescentada até metade do volume do copo e dispersada por 15 minutos.
Após a dispersão, a amostra foi colocada no picnômetro, com auxílio do funil de vidro, lavando-se o funil e o copo com água destilada para a total remoção do material.
Adicionou-se água destiladaaté próximo da metade do volume do picnômetro e aplicou-se a bomba de vácuo por 15 minutos. Foi acrescentada água até 1 cm abaixo da base do gargalo e aplicou-se a bomba de vácuo por mais 15 minutos.
Deixou-se então o picnômetro em repouso até que a temperatura do mesmo se equilibrasse com a do ambiente e com o conta-gotas, foi adicionada água destilada até coincidir com a marca de referência.Em seguida enxugou-se a parte e externa do picnômetro e o mesmo foi levado para pesagem junto com a água e solo presentes, sendo esse valor denotado por M2.
Com auxílio do termômetro, determinou-se a temperatura T do conteúdo do picnômetro para determinar a massa do mesmo cheio de água (M3) até a marca de referência utilizando a curva de calibração correspondente.




V. Resultados...
tracking img