Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (301 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Motivo
Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.
Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.Atravesso noites e dias
no vento.
Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
- não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.
Sei que canto. E a canção é tudo.Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
- mais nada.



1- os dois primeiros versos do poema podem ser interpretados como a resposta a uma pergunta.supondo que a palavra canção, no texto, tenha o sentido de criação artistica, de literatura, que pergunta seroa essa?

2- com relação a essa pergunta o eu lírico afimar que ´´ oinstante existe´´ . mais adiante, afrmará ser, ele mesmo , ´´irmão das coisas fugidias´´. fugidio significa passageiro, que dura pouco. como entender então, a resposta do eu lírico àsua própria pergunta?

3- ao se perguntar-se ´´ se desmorono ou se edifico,/se permaneço ou me desfaço ´´ , o eu lírico afirma, repetidamente : ´´- não sei, não sei se fico / oupasso ´´. qual parece ser o estado de espírito do eu lírico diante dessas perguntas, considerando-se o efeito produzido por essa repetição?

4- ao afirmar ´´ E um dia sei queestarei mudo´´, o eu lírico faz referência a uma caracteristica comum a todos os seres vivos : sua condição de mortais. no entanto, aponta também para uma particularidade dos sereshumanos. que particularidade é essa?

5- considerando suas respostas às perguntas anteriores, explique por que o próprio poema contraria a afirmação do eu lírico sobre o fato deque um dia estará mudo

6- pensando na sua experiência de leitura do poema de cecília meireles, explique de que maneira a literatura se opõe ao que é passageiro temporário.
tracking img