Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4312 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DICIONÁRIO DE TERMOS BIOLÓGICOS
(EMBRIOLOGIA E ZOOLOGIA)

A
Acelomado: (DO GREGO a= sem + kôlios: oco, cavidade) É a designação de um grupo
de

animais,

classificação,

atualmente
com

base

sem

valor

sistemático,

embriológica,

é

que

constituída

segundo

pela

uma

endoderme

antiga
e

pelo

ectoderma, pelo que os animais com esta característicase designam diblásticos ou
diplobiontes.

Actinopterígeo: (DO GREGO aktis = raio + pteryx: nadadeira; asa) São os peixes
com

nadadeiras

suportadas

por

"raios"

ou

lepidotríquias,

esqueleto

interno

tipicamente calcificado e aberturas branquiais protegidas por um opérculo ósseo.
São o grupo dominante dos vertebrados, com mais de 27.000 espécies presentes em
todos osambientes aquáticos.

Agnatha: (DO GREGO a = sem + gnathos: maxila) É uma superclasse parafilética de
peixes sem mandíbula (Cyclostomata) do subfilo Vertebrata, que inclui animais
como as mixinas, as lampréias e os ostracodermes.

Alantóide: (DO GREGO allas = (em Inglês é Allantois)) É uma estrutura ligada à
parte posterior do intestino do embrião que armazenam excretas e permite trocasgasosas com o meio externo.

Amebócito: (DO GREGO amebo = ameba + cyto = célula)É uma célula encontrada no
filo Porifera. Não tem forma corporal definida e possuem deslocamento livre pela
mesogléia. Podem assumir diferentes funções, mas as funções principais são a
digestão, transporte e distribuição de nutrientes para as demais células do corpo
da esponja.

Ametábolo: (DO GREGO a = sem +metábolo: metamorfose, metabolismo) É um termo
designado a insetos que possuem um desenvolvimento direto e que não apresentam

grandes transformações durante o seu desenvolvimento, uma vez que a forma jovem
se assemelha ao adulto, sendo apenas menor.

Âmnio:

(DO

GREGO

amnion)

É

uma

membrana

derivada

da

somatopleura,

que

é

a

combinação do ectoderma com omesoderma. Tem a função de produção do líquido
amniótico que protege o embrião contra choques mecânicos e dessecação, mantém a
temperatura do corpo e permite a movimentação do embrião. Ocorre em répteis, aves
e mamíferos.

Anelídeo: (DO GREGO annellus = pequeno anel + ida: sufixo plural) São vermes
segmentados - com o corpo formado por "anéis" - do filo Annelida como a minhoca e
a sanguessuga.Existem mais de 15.000 espécies destes animais em praticamente
todos os ecossistemas, terrestres, marinhos e de água doce.

Anfíbio: (DO GREGO amphi = dupla + bio: vida) É uma classe de vertebrados cujos
representantes apresentam formas larvais aquáticas e formas adultas terrestres.
Anfiblástula: (DO GREGO amphí = dupla + ). É uma larva flutuante de certas
esponjas,

que

éessencialmente

uma

blástula

cujo

hemisfério

anterior

é

constituído por pequenas células flageladas e o posterior por grandes células não
flageladas.

Ápode: (DO GREGO á = sem + pode: pé) É a designação de animais desprovidos de
membranas locomotoras, como peixes, larvas, insetos, répteis, etc.

Arquêntero: (DO GREGO archaios = antigo, primitivo + enteron: intestino) É a
cavidadeque

se

forma

durante

a

fase

de

gastrulação

do

desenvolvimento

embrionário de muitos animais, comunicando com o exterior através do blastóporo.

Artrópode: (DO GREGO arthros = articulado e podos: pés, patas, apêndices) É um
filo do reino Animalia que reúne animais triblásticos, celomados, segmentados,
com apêndices articulados; vivem em ambientes aquáticos outerrestres.

Átrio: (DO LATIM atriu = pátio, entrada) É a cavidade central do corpo dos
animais do filo Porifera - as esponjas.

Autótrofo: (DO GREGO, autos = próprio + trophos: alimento) São organismos que
produzem
ambiente.

seu

próprio

alimento

utilizando

energia

e

material

inorgânico

do

Axial (esqueleto): (DO GREGO axe = eixo) É um esqueleto composto por...
tracking img