Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1281 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CARTILHA DE TRÂNSITO
Dicas para você viver mais e melhor!

na prevenção dos acidentes de trânsito no Brasil. Todos os anos milhares de pessoas morrem ou ficam incapacitadas em decorrência dos acidentes de trânsito. Na maioria dos casos, alguns cuidados simples são suficientes para prevenir ou minimizar este que, sem duvida, é um dos maiores problemas de saúde pública no nosso país. O maiordano, sem dúvida, é a lamentável perda de vidas, mas o custo do tratamento – que atualmente chega a bilhões de Reais – tem sido crescente, obrigando o estado a retirar recursos de outras áreas estratégicas. Por esta razão, os ortopedistas e os traumatologistas que atuam nos pronto-socorros e emergências dos hospitais brasileiros encorajam você, cidadão, a observar e adotar as dicas desta cartilhapara viver mais e melhor.

E

ste material foi concebido pela SBOT – Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia com o intuito de ser um agente expressivo

Romeu Krause Gonçalves Presidente SBOT

José Sergio Franco Presidente Comissão de Campanhas SBOT

 - CARTILHA DE TRÂNSITO

INTRODUÇÃO
O presente trabalho tem por objetivo conscientizar os motoristas e motociclistas sobreacidentes de trânsito e suas conseqüências. Abordaremos aqui vários tipos de acidentes, em especial àqueles envolvendo motos. Infelizmente, o tema está em destaque todos os dias na mídia. A SBOT – Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia preparou este material para que todos possam conhecer os números e refletir: “O que podemos fazer para melhorar e mudar esse contexto?” Os acidentesenvolvendo MOTOCICLETAS são crescentes em todas as regiões, em decorrência do aumento da frota e das facilidades no financiamento destes veículos. Segundo dados do IPEA, os acidentes de trânsito geram custo de mais de R$ 1,4 bilhão ao ano, apenas em São Paulo. Com este valor seria possível construir 803 escolas de Ensino Fundamental, 1.600 creches ou 220 conjuntos habitacionais. No Brasil, o custo totaldos acidentes de trânsito chega a R$ 28 bilhões ao ano – recursos que poderiam ser revertidos em benefício da população. Este quadro pode mudar: basta que TODOS estejam envolvidos na luta contra a violência no trânsito e no respeito às leis!

CARTILHA DE TRÂNSITO - 

s acidentes de trânsito terrestres constituem um importante problema de saúde pública, sendo uma das principais causas de óbitono mundo: 1,2 milhão de pessoas morrem todos os anos por acidentes de trânsito, sem contar lesões que deixam um número maior de pessoas com seqüelas graves e incapacitadas. Com relação aos motociclistas, o maior risco de óbito foi verificado entre os jovens de 15 a 39 anos. Em 2006, a maior parte das internações nos hospitais do SUS no Brasil ocorreram devido ao atropelamento de pedestres(33,7%), seguida pelos acidentes com motocicleta (28,2%) - (gráfico 1). Para os indivíduos de 15 a 19 e de 20 a 39 anos, os acidentes de moto são a principal causa (37,8% e 40,1% dos casos, respectivamente), seguidos pelos atropelamentos. Entre os indivíduos de 40 a 59 anos, os atropelamentos vem em primeiro lugar (38% dos casos) e depois, os acidentes com moto (20,5%) e os de causa indeterminada (20%) -(gráfico 2). No Norte e no Centro-Oeste, a principal causa de internação são os acidentes de moto (40,9% e 39,5% dos casos, respectivamente), seguido dos atropelamentos (30% e 17,7%, respectivamente). Em terceiro lugar, no Norte (14,8%), estão os acidentes com veículo indeterminado e, no Centro-Oeste, os acidentes com bicicleta (17,4%).

O

Gráfico 1

Gráfico 2

 - CARTILHA DE TRÂNSITO No Nordeste e Sudeste, a primeira causa de internação são os acidentes por atropelamento (41,6% e 34,1%, respectivamente), seguido dos acidentes de motocicleta (24,6% e 29,6%, respectivamente) e com veículo indeterminado (23% e 12,9%, respectivamente). No Sul, a primeira causa são os acidentes com veículo indeterminado (31,6%). Em segundo lugar, estão os atropelamentos (23,7%), seguidos dos...
tracking img