Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 70 (17286 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
o

a

I SIMULADO – ENEM – 3 ANO – 1 ETAPA

170669/PU

CIÊNCIAS HUMANAS/CIÊNCIAS DA NATUREZA

2

170690/PU

CIÊNCIAS HUMANAS/CIÊNCIAS DA NATUREZA

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS

Analisando o texto e seus conhecimentos sobre o
Regime Militar, podemos afirmar que

01. A Superintendência Regional do Instituto do Patrimônio
Histórico e Artístico Nacional (Iphan)desenvolveu o
projeto “Comunidades Negras de Santa Catarina”, que
tem como objetivo preservar a memória do povo
afrodescendente no sul do país. A ancestralidade
negra é abordada em suas diversas dimensões:
arqueológica, arquitetônica, paisagística e imaterial.
Em regiões como a do Sertão do Valongo, na cidade
de Porto Belo, a fixação dos primeiros habitantes
ocorreu imediatamente após a abolição daescravidão
no Brasil. O Iphan identificou nessa região um total de
19 referências culturais, como os conhecimentos
tradicionais de ervas de chá, o plantio agroecológico
de banana e os cultos adventistas de oração.

a) a Lei de Anistia determinou penalidade aos
opositores do Regime, sendo os torturados
julgados, condenados e presos.
b) a letra da canção diz respeito à campanha eleitoralde Fernando Collor de Melo, eleito por ter sido
vítima da tortura no referido período.
c) a música fez sucesso graças ao equilíbrio do Brasil
diante da Guerra Fria, mantendo sempre uma
postura de neutralidade.
d) a canção lembra os brasileiros que, durante o
Regime Militar, tiveram que viver no exílio e outros
que sofreram tortura nas paredes de instituições do
próprio governo.
e) a letraera psicologicamente infantil, não engajada
e de conteúdo apenas diletante.

Disponível em:
http://portal.iphan.gov.br/portal/montarDetalheConteudo.do?
id=14256&sigla=Noticia&retorno=detalheNoticia
Acesso em: 1 jun.2009(com adaptações).

03.

Na relação entre cultura e memória, é possível
identificar:

DEMOCRACIA: DIRETA OU INDIRETA?
A democracia dos antigos era fundada sobre
ogoverno de assembleia. Ao contrário da democracia
moderna, nela não existiam entidades intermediárias
entre o indivíduo e o estado. Já a democracia dos
modernos é representativa. Ela é pluralista, isto é,
apoia-se na multiplicidade das sociedades intermediárias – como os partidos políticos, os sindicatos e outras
associações, que funcionam como “pontes” entre os
indivíduos e o Estado.
Ademocracia representativa também nasceu
da convicção de que os representantes eleitos
estariam em condições de avaliar quais seriam os
interesses gerais melhor do que os próprios cidadãos,
mais voltados para seus interesses privados. [...] mas
isso desde que o deputado, uma vez eleito, se
comporte não como um homem de confiança dos
eleitores particulares que o colocaram no Parlamento,
mas comoum representante da nação inteira.
Como disse o pensador inglês Edmund
Burke (1729-1797): Exprimir uma opinião é um direito
de todo homem; a dos eleitores é uma opinião que
pesa e deve ser respeitada, e um representante
precisa estar sempre pronto a escutá-la. Mas
instruções imperativas [ou seja, instruções estabelecidas pelos eleitores de uma região eleitoral e às
quais o parlamentar devese restringir], mandatos aos
quais o membro das Assem bleias deve obedecer
cegamente, tais coisas são completamente estranhas
às leis da Inglaterra.

a) A composição étnica nacional só evidencia aspectos
culturais ligados aos brancos.
b) A permanência de valores culturais afrodes cendentes impediu o desenvolvimento econômico
na região.
c) A falta de interesse nacional pelo estudo dosQuilombos não nos permite apreciar o legado da
Etnia negra no nosso país.
d) A cultura negra sempre se desenvolveu de forma
isolada, por isso seus costumes não nos
contagiaram.
e) A identidade e a diversidade cultural do país sofreu
de forma positiva uma grande contribuição afrodes cendente.

02.

170690/PU

“O BÊBADO E A EQUILIBRISTA”
João Bosco/Aldir Blanc

Caia a tarde feito um...
tracking img