Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2865 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
http://freudexplicablog.blogspot.com.br/2008/10/freud-explica-responde-esquizofrenia-na.html

FREUD EXPLICA RESPONDE: A ESQUIZOFRENIA NA PERSPECTIVA DA PSICANALISE
Alessandra do Couto Valentim pergunta:
Ola, bom dia
Descobri teu site e o achei muito interessante, acima de tudo com uma coisa inédita: essa de poder perguntar algo.
Pois é, gostaria de saber o que é a Esquizofrenia sob aperspectiva da Psicanálise.
Se possível também, a causa dela.
Muito obrigada
Freud explica responde:
O termo esquizofrenia foi criado por E. Bleuler (1911) para designar um grupo de psicoses cuja unidade tinha sido mostrada por Kraepelin reunindo-as no capítulo “demência precoce” e distinguindo nelas três formas que se tornaram clássicas: a hebefrênica, a catatônica e a paranóide.
Bleulerpretendia por em evidência o que, para ele, constitui o sintoma fundamental das psicoses: a Spaltung (dissociação). O termo impôs-se na psiquiatria e na psicanálise, apesar das divergências de autores sobre o que garante à esquizofrenia a sua especificidade e, portanto, sobre a extensão do quadro nosográfico.
Clinicamente, a esquizofrenia se apresenta de maneiras muito distintas com as seguintescaracterísticas: a incoerência do pensamento, da ação e da afetividade, o afastamento da realidade com um dobrar-se sobre si mesmo e predominância de uma vida interior entregue às produções fantasmáticas (autismo), uma atividade delirante mais ou menos acentuada e sempre mal sistematizada.
O caráter crônico da doença, que evolui segundo os mais diversos ritmos no sentido de uma deteriorizaçãointelectual e afetiva e resulta, muitas vezes, em estados demenciais. A demência constitui para o psiquiatra um traço determinante para o diagnóstico da esquizofrenia.
Embora Freud tenha fornecido muitas indicações sobre a esquizofrenia, outras indicações sobre o funcionamento do pensamento e da linguagem, pode-se dizer que a tarefa de definir a estrutura dessa afecção continua a pertencer aos seussucessores.
A seguir apresento um trabalho onde desenvolvi a construção do aparelho de influenciar descrita por Victor Tausk finalizando com um fragmento clínico.
“Tausk já se constitui num autor clássico da psicanálise e é evidentemente importante que possamos conhecer os autores fundamentais da nossa disciplina, isto é, aqueles que foram ativamente responsáveis na constituição do saberpsicanalítico. A inexistência de traduções e a falta de circulação dos ensaios de Tausk no Brasil são efeitos na superfície de um processo primordial que se articula no campo psicanalítico”.
Essa é uma introdução de Joel Birman no seu artigo no livro “A Origem do Aparelho de Influenciar na Esquizofrenia”, de Victor Tausk como uma contribuição à clínica psicanalítica.
Tausk teve um percurso na psicanáliseentre 1908 e 1019, onze anos, portanto, de uma vida dedicada à psicanálise demarcada por profundas mudanças na sua vida pessoal e profissional. Os problemas que determinaram o afastamento de Adler e Jung da Sociedade Psicanalítica de Viena não foi para ele sentido como um episódio menor. Ele mesmo provará mais tarde o dissabor da rejeição de Freud. No início de 1919, procurou-o para ser analisado,sendo recusado e enviado para fazer análise com Helena Deutsch, uma discípula recém chegada ao grupo e que se analisava com Freud. É claro que Tausk poderia ter solicitado um analista mais experiente, mas só aceitou Helena porque percebeu que com ela ele próprio ficaria mais próximo de Freud. Apesar de ter sido para ele uma decisão difícil, aceitou dando início a uma análise que foi, três mesesdepois, interrompida drasticamente por Freud.
É importante lembrar que, entre 1912 e 1913, ele era considerado brilhante por Freud. Ele teve um caso amoroso com Lou Andreas-Salomé que mais tarde se tornaria amiga confidente de Freud, que nutriria por ela uma paixão secreta.
Em 1919, término da primeira grande guerra, Tausk começou o noivado com Hilde Loewi, publicou “Sobre a Origem do Aparelho de...
tracking img