Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2843 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS

FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

































Bragança – Pará

2012





UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS

FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIASCONTÁBEIS

DISCIPLINA: Sociologia aplicada as Organizações

DOCENTE: Verônica Couto

DISCENTE: Danilo Luiz Cardoso de Lima











RESUMO: As Consequências da Modernidade













Bragança – Pará

2012

As consequências da modernidade

A modernidade, refere-se a um estilo, um costume de vida ou uma própria organização social que emergiram na Europa apartir do século XVII, que se tornaram ultimamente mais ou menos mundiais em sua influencia. E nesse período de modernidade, que surgem consequências que estão se tornando cada vez mais radicalizadas e universalizadas do que antes.

Os debates sobre essa questão estar concentrados principalmente sobre as transformações institucionais, onde seus aspectos são únicos, bem diferentes dos tipotradicionais. Com enfoque, nas “descontinuidades” do desenvolvimento social moderno, em uma analise preliminar do que a modernidade realmente é, bem como suas consequências na atualidade. Em que, além da modernidade, percebemos os contornos de uma nova ordem e diferente, que é a pós-moderna.

As descontinuidades da Modernidade

Existem indiscutivelmente descontinuidades em várias fasesdo desenvolvimento histórico, por exemplo, nos pontos de transição entre sociedades tribais e a emergência de estados agrários. Os modos de vida produzidos pela modernidade nos desvencilharam de todos os tipos tradicionais de ordem social, de maneira que não tem precedentes.

Um dos tipo de descontinuidades que separam as instituições modernas das de ordem tradicionais, é o ritmo de mudança,que é nítido na era da modernidade em movimento, pela rapidez da mudança em condições extremas, tomando como exemplo a tecnologia, que permeia em diversas sociedades modernas. Uma outra descontinuidades, é o alvo da mudança, que provocaram ondas de transformações sociais que penetram virtualmente a superfície terrestre. Um outro tipo, diz á respeito à natureza intrínseca das instituiçõesmodernas, onde um exemplo típico é a cidade, pois, os assentamentos modernos urbanos incorporam os locais tradicionais da cidade, fazendo que pareça uma determinada expansão.

Segurança e Perigo, Confiança e Risco

O desenvolvimento das instituições sociais modernas e sua difusão em escala mundial criaram oportunidades bem maiores para pessoas gozarem de uma existência segura e gratificante,mas, no entanto, essa modernidade tem um lado sombrio, que se tornou muito aparente na atualidade.

Para exemplificar, temos o trabalho industrial moderno, que apesar de seus benefícios, possui consequências degradantes, submetendo muitas pessoas à uma disciplina mecânica, repetitiva. Um outro enfoque, baseia-se no uso consolidado do poder politico, que demonstrar um certo grau detotalitarismo, que pode se torna um perigo na sociedade, haja vista que seus poderes administrativos estão centralizados por determinado grupo politico, não sendo permitida a existência de outros grupos, sendo seus interesses coletivos sobrepostos sobre a de um individuo.

Em outra analise, podemos focar no desenvolvimento do poderio militar, que apesar de seu desenvolvimento trazer segurança econfiança para uma sociedade, tem se tornado um perigo e um risco, pois, esse desenvolvimento tem si deslocado para fins de conflitos entre a humanidade, guerras. Mas, sobretudo, não é apenas a ameaça de guerras, mas sim, um confronto com poderio nuclear, que forma essencialmente a parte sombria desse desenvolvimento.

O mundo que vivemos hoje é um mundo carregado e perigoso, sendo essas difusões...
tracking img