Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1100 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DRT GU F TT 78T V B G G Y YUV UY YY YY U YUUUY YU T Y Y T T T
* * 1.1 Definição larga * 1.2 Definição estrita * 1.3 Definições filosóficas * 1.4 Das correntes filosóficas à definição estrita * 1.4.1 Empirismo * 1.4.2 Realismo científico * 1.4.3 O melhor de cada uma * 2 História * 2.1 Visão geral *2.2 Origens da Ciência * 2.2.1 Da Escolástica à Renascença * 2.2.2 Matemática e Lógica não são ciências * 2.3 Pilares do pensamento científico * 3 Método Científico * 3.1 Matemática e o método científico * 4 Objetivos * 5 Filosofia da ciência * 6 Classificações * 6.1 Ciências factuais e formais, e ciências naturais e sociais * 6.2 Ciências puras eaplicadas * 6.3 Ciências exatas e inexatas * 6.4 Ciências duras e moles * 6.5 Ciências nomotéticas e ideográficas * 6.6 Campos interdisciplinares * 7 Comunidade científica * 7.1 Instituições * 7.2 Literatura * 8 Ciência e sociedade * 8.1 Ciência e pseudociências * 8.2 Ciência ou técnica? * 8.3 Artes e ciência * 8.4 Cientificismo ou religião daciência * 8.5 Vulgarização científica * 8.6 Ciências ao serviço da ideologia e da guerra * 8.7 Ciência e a questão do autoritarismo * 8.8 Ciência e religião * 8.9 Uso e influência na sociedade * 9 Críticas e polêmicas * 9.1 Pseudociência, Ciência das fronteiras, e Ciência lixo * 9.2 Mídia e debate científico * 9.3 Política * 9.4 Críticas filosóficas *10 Notas * 11 Referências * 12 Ver também * 13 Ligações externas |
Etimologia e definição
A etimologia da palavra ciência vem do latim scientia ("conhecimento"), o mesmo do verbo scire ("saber") que designa a origem da faculdade mental do conhecimento [Ref. 3]. Esta acepção do termo se encontra, por exemplo, na expressão de François Rabelais: "Ciência sem consciência arruina a alma". Elese referia assim a uma noção filosófica (o conhecimento puro, a acepção "de saber"), que em seguida se tornou uma noção religiosa, sob a influência do cristianismo. "A ciência instruída" referia-se então ao conhecimento dos religiosos, da exegese e das escritas, parafraseando a teologia. A raiz "ciência" reencontra-se em outros termos tais como "a consciência" (etimologicamente, "com oconhecimento"), "presciencia" ("o conhecimento do futuro"), "omnisciencia" ("o conhecimento de todo"), por exemplo.
Definição larga
A palavra ciência possui vários sentidos, abrangendo principalmente três acepções [Ref. 4]:
1. Saber, conhecimento de certas coisas que servem à condução da vida ou à dos negócios.
2. Conjunto dos conhecimentos adquiridos pelo estudo ou pela prática.
3.Hierarquização, organização e síntese dos conhecimentos através de modelos e princípios gerais (teorias, leis, etc.).
Cita-se de passagem que o próprio conceito de teoria tem várias acepções não específicas que mostram-se muito distintas da que é encontrada em um meio científico, sendo entre estas certamente conhecida a acepção em senso comum de teoria como algo duvidoso, não provado, descartável. Esta acepçãoe correlatas mostram-se contudo radicalmente diferente da acepção de teoria científica ao considerar-se a acepção stricto sensu da palavra ciência.
Definição estrita

Esboço contendo os principais passos do método científico. Observe que o método é cíclico de forma a promover a contínua evolução das teorias científicas.
Segundo Michel Blay, a ciência é "o conhecimento claro e evidente dealgo, fundado quer sobre princípios evidentes e demonstrações, quer sobre raciocínios experimentais, ou ainda sobre a análise das sociedades e dos fatos humanos [Ref. 5]." Esta definição permite distinguir os três tipos de ciência: as ciências formais, compreendendo a Matemática e as ciências matemáticas como a estatística; as ciências físico-químicas e experimentais (ciências da natureza e da...
tracking img