Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (322 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Bullying, o terror das escolas
Hoje em dia, é muito comum lermos nos jornais, assistirmos na televisão, ou até mesmo presenciar “ao vivo” uma atitude agressiva de um colega com outro. Essaagressão seja ela física, verbal, psicológica, entre muitas outras, é chamada de Bullying. Principalmente em escolas os casos de Bullying vêm ficando cada vez mais frequentes.
O Bullying, segundo o siteBrasil Escola (www.brasilescola.com) se divide em duas categorias: a primeira o “bullying direto”, é a forma mais comum entre os agressores masculinos e a segunda o “bullying indireto”, que seria aforma mais usada por mulheres e crianças, e que tem por característica o Isolamento social da vítima, por temer o agressor, devido às ameaças ou a própria violência. Ambas as formas, são muitotraumatizantes para as vítimas, pois, mesmo com uma forma mais branda de agressão, sabem que as ameaças, abusos e “surras” podem, e provavelmente, vão aumentar.
As escolas são os locais onde maisacontecem esses abusos, porém, ninguém esta livre de ser uma vítima, pois podemos sofrer agressões em nosso ambiente de trabalho, não apenas físicas, mas também com desvalorização do serviço prestado,apontando inferioridade perante os outros funcionários, em nossa vizinhança, com vizinhos que nos ameaçam constantemente, na faculdade, na carreira militar, quando os famosos “trotes” passam a serabusivos e por em risco a vida dos que recebem o mesmo.
A atenção dos professores, diretorias, secretarias já não é mais suficiente, penso que uma das formas de extinguir o bullying, seria aconscientização dos pais, que muitas vezes deixam de educar os filhos para dar lhes “uma vida melhor”, deixando esse papel tão importante para babas, empregadas domésticas e até mesmo os professores que tem afunção apenas de dar aula, ensinar as crianças, não educa-las. O bullying deve acabar! E para isso devemos estar dispostos a nos impor, e nos colocarmos em nossos devidos papéis dentro da nossa...
tracking img