Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2534 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Em 1969, o homem pisou pela primeira vez em solo lunar. Naquele instante, a humanidade alcançou a possibilidade tecnológica de rever-se sob uma nova perspectiva histórica. Por um lado, percebeu sua insignificância diante do universo e, por outro, sua fragilidade diante do próprio “progresso técnico”.
Com isso, faz-se necessário rever muitos dos preconceitos ético-políticos, para que se possaenfrentar o desafio de ultrapassar a grande distância que ainda nos separa dos princípios mais elementares dos direitos humanos, sociais e ambientais. Uma crítica radical do que foi feito num passado recente deve ser feita para que se torne possível pensar num bem-comum a ser desfrutado pelas gerações futuras.
Alguns dos principais conceitos que vêm ganhando voz no coro formado por vários povosque compartilham esse desejo de um mundo melhor têm como ponto de partida uma chamada mundial para a necessidade de um exercício político que reverta o atual modelo de desenvolvimento econômico, sobretudo em termos macroscópicos. Visa-se, assim, o despertar de consciência das massas para uma crítica dos graves erros históricos até aqui cometidos e uma consequente mudança de atitude em relação aosmesmos.
O tema Responsabilidade Socioambiental coloca-se como instrumento destinado a fortalecer a idéia de que as empresas podem ser consideradas corresponsáveis na manutenção das condições de reparação, de manutenção e de reprodução do meio ambiente juntamente com a valorização dos direitos sociais enquanto elementos intrínsecos e desejáveis aos negócios.
Nas últimas décadas, a vida dasempresas foi afetada pelas questões ambientais. O comércio, tanto internacional quanto nacionalmente, defrontou-se com a exigência de um meio ambiente saudável. Os valores ambientais evoluíram dos interesses periféricos ao centro das preocupações dos consumidores, principalmente entre os países ocidentais mais desenvolvidos, provocando uma verdadeira revolução no marketing e no ciclo das produções.Embora possa ser observada a adoção de práticas junto as empresas, demonstrando certo avanço nesse sentido, há muito a ser feito, sobretudo nas estratégias empresariais no quesito sustentabilidade. Questões éticas tem sido motivo de constantes escândalos no mundo empresarial, mostrando a falta de consciência por parte do setor.
A sociedade, cada vez mais, vem se articulando e influenciandoas empresas para que direcione os negócios de acordo com princípios que sejam bons para todos. A ampliação da consciência social, em relação ao que se pode esperar das empresas, demonstra o forte crescimento da perspectiva da sustentabilidade e responsabilidade socioambiental junto à comunidade de negócios.
Sérias mudanças terão que acontecer na gestão das empresas para lidar com as necessidadesapresentadas pela sociedade, como também é esperada significativa mudança no modo de agir dos governos e dos padrões de consumo das populações.
O grande desafio do empresariado mundial é contribuir para que a população de baixa renda possa melhorar sua qualidade de vida, produzindo produtos e serviços ecologicamente sustentáveis e economicamente rentáveis, de acordo com as necessidadesmateriais e culturais da cada lugar.
Não se pode falar em desenvolvimento, mesmo que não fosse sustentável, em uma realidade de bilhões de miseráveis. Não há economia, relação social ou natureza que resista. Essas necessidades abrem caminho depois para a busca da qualidade de vida como um modelo econômico estruturado no desenvolvimento sustentável, o que cria oportunidades num mundo saturado pelamesma lógica de produtos e consumo.
Observando as diversas estratégias empresariais com compromisso pela busca de uma realidade mundial sustentada ambientalmente, percebe-se a impossibilidade de atuação solitária. É preciso um esforço coletivo envolvendo os três níveis de governo: federal, estadual e municipal, as empresas e a sociedade civil nesta luta. Até porque todos são agentes e, ao mesmo...
tracking img