Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1443 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
A realização deste trabalho envolve duas atividades desenvolvendo uma análise crítica envolvendo a desigualdade social, desigualdade dos direitos envolvendo uma amostra de idéias relacionado ao filme “ônibus 174” um jovem assaltante sobreviventes da chacina da candelária, vitimas das desigualdades que estão e envolvem as famílias brasileiras de tal forma que acaba com oslares.
A desigualdade social acontece quando a distribuição de renda é feita de forma diferente sendo que a maior parte fica nas mãos de poucos. No Brasil a desigualdade social é uma das maiores do mundo. Por esses acontecimentos existem jovens vulneráveis hoje principalmente na classe de baixa renda, pois a exclusão social os torna cada vez mais supérfluos e incapazes de ter umavida digna. Muitos jovens de baixa renda crescem sem ter estrutura na família devido a uma série de conseqüências causadas pela falta de dinheiro sendo: briga entre pais, discussões diárias, falta de estudo, ambiente familiar precário, educação precária, más instalações, alimentação ruim, entre outros.
Vendo as indiferenças que acontecem no Brasil, também na atividade 2 deste trabalha,deve se olhar a partir da discussão do filme a realidade da comunidade seja estadual ou municipal procurando algumas situações que assemelhe com o filme, vendo exemplos no nossa cotidiano portando com imagem e documentários e estudando recursos para iniciativa de enfrentamento da problemática para poder ser feito onde mesmo que não se possa resolver.






DESENVOLVIMENTOA desigualdade social tem causado o crescimento de crianças e jovens sem preparação para a vida e muitos deles não conseguem oportunidades e acabam se tornando marginais ou desocupados, às vezes não porque querem, mas sim por não sobrarem alternativas. Outro fator que agrava essa situação é a violência que cresce a cada dia.

O Brasil quando sonha sacode Washington. Quando semove desloca o continente, quando acorda abalará o mundo, mas a desigualdade social, muitas vezes passa despercebido ou as pessoas não querem ver a triste realidade do mundo. (JORNALISTA AMERICANO, 2001).


1 atividade 01 – análise critica do filme “ônibus 174”



[pic]


O desenvolvimento brasileiro e o crescimento econômico têm gerado condições extremas dedesigualdades sociais, que se manifestam entre regiões, estados, meio urbano, entre centro e periferia e entre as raças. Essa disparidade econômica se reflete especialmente sobre a qualidade de vida da população: expectativa de vida, mortalidade infantil e analfabetismo, dentre outros aspectos.
Alguns dos pesquisadores que estudam a desigualdade social brasileira atribuem, em parte, apersistente desigualdade brasileira a fatores que remontam ao Brasil, a historia trágica acontecida e contada pelo filme nos mostra a total falta de desigualdade social de uma família destruída pela violência em favelas onde uma criança viu sua mãe sendo assassinada no seu estabelecimento a facadas, e gerando transtornos ficou traumatizado onde morava com a tia, e não tendo avós nem pai. Resolveu umdia sair de casa e não voltar mais, tendo sua família o mundo e sua casa passa a ser a rua, passando a ter um apelido na rua de Mancha.
É evidente que essas variáveis contribuíram intensamente para que a desigualdade brasileira permanecesse por séculos em patamares inaceitáveis. Todavia, a desigualdade social no Brasil tem sido percebida nas últimas décadas, não como herançapré-moderna, mas sim como decorrência do efetivo processo de modernização que tomou o país. Junto com o próprio desenvolvimento econômico, cresceu também a miséria, as disparidades sociais educação, renda, saúde, etc. – a flagrante concentração de renda, o desemprego, a fome que atinge milhões de brasileiros, a desnutrição, a mortalidade infantil, a baixa escolaridade, a violência. Essas são expressões...
tracking img