Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1702 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Scribd Enviar Buscar
Explore
Documentos
Livros - Ficção
Livros - Não-ficção
Saúde e medicina
Folhetos/Catálogos
Documentos do governo
Guias de orientação/manuais
Revistas/jornais
Receitas/cardápios
Trabalho escolar
+ todas as categorias

Em destaque
Recentes
Pessoas
Autores
Alunos
Pesquisadores
Editoras
Governamental & Sem Fins Lucrativos
Negócios
Músicos
Artistas &Desenhadores
Professores
+ todas as categorias

Mais seguidos
Popular
Registre-se | Acessar


Tweet
inShare0Inserir Doc
Copiar Ligação
Readcast
Coletâneas
ComentárioVoltar
Descarregar

Resenha do livro: “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo” O livro começa com uma comparação entre aspectos culturais do oriente eocidente. Uma série de questões há muito dominadas nooriente apresentam-se comonovas no ocidente.Abordando os diversos conceitos, o autor cita pertencer ao jardim da infância daHistória da Cultura o conceito de que o capitalismo está associado ao “impulso para oganho”, à “ânsia pelo lucro”. O desejo de um ganho ilimitado não se identifica, nem um pouco, com o dito “espírito do capitalismo”.O Ocidente conheceu, na era moderna, um tipo completamentediverso e nuncaantes encontrado de capitalismo: a organização capitalística racional assentada notrabalho livre.Ao focar, o racionalismo econômico como fator diferencial do capitalismoocidental (sustentado pela técnica, pela matemática, pela ciência, pelo direito e pelaadministração), o autor aborda também outro aspecto, que passa a ser o objeto de estudoda obra, que diz respeito às influênciasreligiosas e ideais éticos que se fizerem presentes e interferiram na construção do tal capitalismo ocidental sustentado então por um racionalismo econômico e por fatores que podem ser citados como elementosirracionais. Influências estas advindas tanto da Igreja Católica, como de correntes protestantes, mesmo que de naturezas diferentes.O entendimento da questão tratada no livro passa por um rápidoresgate domomento histórico envolvido. Assim, pelo menos dois aspectos merecem destaque:O primeiro diz respeito ao período da renascença e a decorrente decadência daidade média, sendo revistas as relações sociais regidas pelos costumes, mitos e pelosditames religiosos, onde as pessoas pertenciam a determinadas classes e estas, por suavez, contavam com direitos e deveres pré-estabelecidos e legitimadospela éticareligiosa.O segundo diz respeito ao surgimento do protestantismo como umquestionamento aos valores e práticas da época, principalmente as práticas da Igrejacatólica, como a venda de indulgência, seus sacramentos, a adoração aos santos etc.1
A questão fundamental trata da influência da religiosidade na construção socialde uma prática capitalista. A primeira abordagem traz à tona arelevância da participação protestante nos casos de sucesso da economia, quer como empresário oucomerciante, quer como trabalhador especializado.Este sucesso nos empreendimentos vem da construção de uma ética religiosa quecentrava no trabalho, e nos seus decorrentes ganhos, uma ação e obrigação doindivíduo, aproveitando as oportunidade e condições que a vida (Deus) lhe oferecerá, ouseja, se valendode sua vocação. Entendida esta como uma tarefa ordenada, ou pelo menossugerida, por Deus, dando um significado religioso ao trabalho secular cotidiano.Assim o homem deve se dedicar à sua verdadeira vocação (no sentido de opçãode trabalho) e esta passa a ser uma parte fundamental da sua vida, um elementoagregador de outras virtudes, ao mesmo tempo em que passa a ser também um elementoque deveafastar o homem do ócio e da vadiagem. Uma proposição é feita por Baxter:“Fora de uma vocação bem sucedida, as realizações do homem são apenascasuais e irregulares, e ele gasta mais tempo na vadiagem do que no trabalho”.Talvez a grande diferença do protestantismo, decorrente da Reforma, esteve noreconhecimento do trabalho, da vocação, como uma forma lícita de vida, e de progresso,frente aos olhos de...
tracking img