Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1915 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1-INTRODUÇÃO
Estudaremos a seguir o conceito de Filosofia e posteriormente a Filosofia da Idade Média.
Veremos o pano de fundo histórico da época medieval. A situação política, econômica, social das diferentes camadas sociais.
Buscaremos a compreensão dos motivos que levaram homens intelectuais, sábios pensadores, que passaram a vida toda estudando e buscando a solução para osproblemas filosóficos, que foram surgindo com o passar dos anos e com a conversão do Ocidente ao cristianismo.
E, finalmente, veremos os que mais se destacaram como os maiores filósofos da História da Filosofia.

2- FILOSOFIA HELENÍSTICA
A Filosofia surgiu no século VI a.C., fundada por sábios da Grécia para explicar racionalmente a origem e o funcionamento das coisas no mundoexterior, sensível, e a origem e a evolução da natureza.
Os primeiros sábios pensadores na história da Filosofia foram: Tales de Mileto, Anaximandro e Anaximenes. Todavia, Sócrates, Platão e Aristóteles foram os que mais se destacaram, levando o título de maiores filósofos da humanidade. Tanto para Platão como para Sócrates, a sabedoria é o elemento essencial da felicidade, necessária para ordenaros outros prazeres e capaz de os suprir a todos. Eles solucionaram vários problemas filosóficos, levando a razão à verdade, produzindo a verdadeira filosofia. Porém a filosofia antiga se extingue com o paganismo.
3- ÉPOCA PATRÍSTICA E MEDIEVAL
A preparação Patrística deu-se entre os séc. II e VII. Os pensadores da época, desempenhando a função de teólogos, utiliza a doutrina de Platão,que era a que mais se identificava com o Cristianismo (que se espalhava rapidamente pelo Ocidente ), devido ao espiritualismo e a sua moral.
Em 476 a. C. aconteceu a queda do Império Romano do Ocidente, marcando o final da antiguidade e o início da Idade Média.
O cristianismo havia se tornado a religião oficial, tanto no Oriente como no Ocidente. É um período regido pelo Teocentrismo.A Idade Média caracteriza-se pela influência da Igreja sobre o Estado e sobre toda a sociedade. Dividia-se em três partes: o clero, a nobreza e o povo.
3.1- O clero: era o mais rico e poderoso, já que na época media-se a riqueza pela quantidade de propriedades e terras que se possuía; e a Igreja era detentora de muitas terras, a maioria, obtidas através de doações para conventos. Ela eraa classe culta e responsável pela religião. Influenciava o modo de pensar e as formas de comportamento, dominando o cenário religioso.
3.2- A nobreza: os nobres também são proprietários de terras, cujos títulos e propriedades são hereditários.
3.3- O povo: a maior parte do povo são servos dos senhores feudais, visto que o sistema político, social e econômico da época é ofeudalismo.
4- A FILOSOFIA DA IDADE MÉDIA
A Filosofia até então, clássica e helenística, passa a ser influenciada pela cultura judaica e cristã. Os pensadores deste período tinham a necessidade da explicação e solução de vários problemas filosóficos, que surgiram com o cristianismo, que antes não faziam parte do universo do pensamento grego: Fé, Salvação, Providência e Revelação Divina.
AFilosofia que se cultivou no Ocidente na idade média foi, em grande parte, elaborada por cristãos. Porém, houve também, a partir do século VIII, uma filosofia de inspiração muçulmana e outra produzida pelos judeus. Houve um espalhamento das comunidades judaicas e de sua religião pelo mediterrâneo com a helenização do pensamento judeu, a partir da aquisição de idéias filosóficas gregas. Apesar de nãofazer parte da tradição filosófica ocidental, os seus trabalhos foram fundamentais para que o pensamento antigo atingisse os nossos dias.
Com os primeiros padres da igreja, o platonismo é vivificado e surgiu então uma nova linha filosófica, que combinava elemento do pensamento platônico com valores de ordem espiritual, chamada Escolástica.
4.1- Escolástica: é o movimento doutrinal...
tracking img