Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (747 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Há dez anos, no dia 30 de novembro, foi criado o Bric para descrever a provável expansão vigorosa das economias do Brasil, Rússia, Índia e China. No quadro mais otimista, os Brics chegariam talvez arepresentar coletivamente 14% do Produto Interno Bruto (PIB) global, em relação aos seus então 8%. Na realidade, alcançaram cerca de 19%.
A China poderia se tornar tão grande quanto a Alemanha. Noentanto, ela chegou ao dobro do tamanho da Alemanha e passou à frente do Japão. O Brasil superou a Itália e é hoje a 7ª maior economia mundial, comum tempo divulgou-se que o Brasil passou a Grã-Bretanhae já é a sexta economia do mundo. No total, os países do Bric cresceram de US$ 3 trilhões para cerca de US$ 13 trilhões, e os US$ 10 trilhões a mais quase poderiam criar outra economia americana, comoela era em 2001, ou mais de seis economias da Grã-Bretanha em 2001.
Embora muitas pessoas nem percebam, apesar de duas crises distintas - a de 2001 e a de 2008/09 -, que levaram o mundo desenvolvidoa crescer em média 1,5% na década passada, a economia global cresceu 3,5%, mais do que na década anterior. Isso ocorreu por causa da expansão de 8% dos países do Bric. Na década que se inicia agora, aascensão dos mercados de crescimento fará com que a expansão global atinja a média de 4,3%, apesar das dificuldades com que o Ocidente se depara neste momento. O que pressupõe que o crescimento dosBrics será de aproximadamente 7%, e de cerca de 5% nas outras economias de crescimento.
Somente em 2012, os Brics contribuirão com outros US$ 2 trilhões ao PIB global, criando efetivamente outra Itáliaem um ano. O que acontece com esses países é muito mais importante do que o que acontece com cada país europeu individualmente. Em The Growth Map, discuto diversos aspectos das dificuldades e dasoportunidades. Também analiso as questões com as quais se defronta cada um dos países do Bric, assim como as outras economias de crescimento e ainda as que aspiram a pertencer ao grupo, como a...
tracking img