Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 62 (15490 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos

1_4

Página 1 Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos Conjuntos Numéricos Números Naturais N = {0; 1; 2; 3; ...} (Números naturais) N* = {1; 2; 3; ...} (Números naturais excluindo o zero) Números Inteiros Z = {... ; - 3; - 2; - 1; 0; 1; 2; 3 ... } (Números inteiros) Z* = {... ; - 3; - 2; - 1; 1; 2; 3 ... } (Números inteiros excluindo o zero)Números Racionais

Exemplo:

Representado na forma decimal um nº racional tem um nº finito de casas decimais, ou é dízima periódica.

Página 2 Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos

file:///C|/html_10emtudo/Matematica/Matematica_html_total.htm (1 of 157) [05/10/2001 23:14:03]

Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos

Números Irracionais São números que representados na formadecimal apresentam uma quantidade infinita de decimais não periódicos. Exemplo:

Observação: Subconjuntos importantes dos reais: IR +: Reais não negativos (inclui o zero). IR -: Reais não positivos (inclui o zero). IR *: Reais não nulos (exclui o zero). Números Reais R = {x | x é racional ou x é irracional} Só não são reais as raízes de índice par de radicando estritamente negativo.

Página 3Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos Intervalos Intervalo fechado Quando incluímos os extremos.

Exemplo:

file:///C|/html_10emtudo/Matematica/Matematica_html_total.htm (2 of 157) [05/10/2001 23:14:03]

Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos

Intervalo aberto Quando não incluímos os extremos.

Exemplo:

Página 4 Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos Intervalo fechadosó de um lado

Exemplo:

Intervalos Infinitos Exemplos:

2_3

file:///C|/html_10emtudo/Matematica/Matematica_html_total.htm (3 of 157) [05/10/2001 23:14:03]

Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos

Página 1 Matérias > Matemática > Teoria dos Conjuntos Teoria dos Conjuntos Conjunto e elemento São conceitos primitivos (não se definem). Para indicar que um elemento a é de um conjuntoA escrevemos a A. O conjunto que não tem elementos é chamado conjunto vazio,e é indicado por }. Se todos os elementos de um conjunto B são elementos de um conjunto A, dizemos que B é um A, qualquer que seja A. subconjunto de A e indicamos B A. Demonstra-se que A A e Ex: A = { a, e, i, o, u }. B = { x } = { 0, 1, 2, 3 } (lê-se: x tal que x pertence ao conjunto dos naturais e x menor que 4).União/Intersecção Entre dois conjuntos A e B podem ser definidas as seguintes operações: (1º) UNIÃO: A B = { X | X A ou X B} ou {

(2º) INTERSECÇÃO: A Ex:

B = { X | X A e X B}

Página 2 Matérias > Matemática > Teoria dos Conjuntos

file:///C|/html_10emtudo/Matematica/Matematica_html_total.htm (4 of 157) [05/10/2001 23:14:03]

Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos

Se A

B=

dizemosque A e B são disjuntos.

Diferença de 2 conjuntos

(3º) DIFERENÇA: A - B = { X | X A e X B } Ex: A = { 0, 1, 2, 3, 4 } B = { 2, 3 } A – B = { 0, 1, 4 } Conjunto Complementar Quando B A, o conjunto A – B também é conhecido como conjunto complementar de B em relação a A e para tal usamos a notação:

Exemplo: A = { 1, 2, 3, 4 } B = { 2, 3, 4 } = A - B = {1}

pagina 3 matemática > teoria dosconjuntos

Representação pelo diagrama de Venn – Euler
file:///C|/html_10emtudo/Matematica/Matematica_html_total.htm (5 of 157) [05/10/2001 23:14:03]

Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos

Observação: Se x é um elemento de um conjunto A, temos: Igualdade de conjuntos Dizemos que o conjunto A é igual ao conjunto B quando

Exemplo: A = { 1; 2; 5} ; B = { 2; 5; 1 } Vemos que A e Btêm os mesmos elementos: A BeB A A=B

3_4

Página 1 Matérias > Matemática > Aritmética

file:///C|/html_10emtudo/Matematica/Matematica_html_total.htm (6 of 157) [05/10/2001 23:14:03]

Matérias > Matemática > Conjuntos Numéricos

Aritmética 1) Números primos Definição Dizemos que um número é primo quando ele só é divisível por número primo, ele deve satisfazer duas condições: 1) P...
tracking img