Trabalho e

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 653 (163195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DICIONÁRIO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

TÍTULO: Dicionário de Relações Internacionais AUTOR: Fernando de Sousa (Dir.) © 2005, Edições Afrontamento, CEPESE e autores EDIÇÃO: Edições Afrontamento/ CEPESE – Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade COLECÇÃO: Dicionários/ 2 N.º DE EDIÇÃO: 954 ISBN EDIÇÕES AFRONTAMENTO: 972-36-0752-2 ISBN CEPESE: 972-99070-2-1 DEPÓSITO LEGAL: 221377/05EXECUÇÃO GRÁFICA: Rainho & Neves Lda./ Santa Maria da Feira JUNHO DE 2005

Colecção DICIONÁRIOS

DICIONÁRIO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS
sob a direcção de

Fernando de SOUSA

CEPESE

A

Edições Afrontamento

COLABORADORES

Anabela SÉRGIO
Universidade Lusíada

Paula BARROS
CEPESE

António BRITO
Universidade do Porto e Universidade Lusíada

Paula SANTOS
Instituto Piaget de Viseu e CEPESE

CristinaSEIA
Universidade Lusíada

Paulo AMORIM
Universidade Lusíada e CEPESE

Fernando de SOUSA
Universidade Lusíada e CEPESE

Pedro MENDES
Universidade Lusíada e CEPESE

Hermano RODRIGUES
Universidade Lusíada

Ricardo ROCHA
CEPESE

Isabel LANÇA
Universidade Lusíada e CEPESE

Rui MARRANA
Universidade Lusíada

Manuel MONTEIRO
Instituto Politécnico de Tomar e Universidade Lusíada

Teresa CIERCO
UniversidadeLusíada e CEPESE

Maria Raquel FREIRE
Universidade Lusíada e CEPESE

A Adriano Moreira, introdutor da Política Internacional e das Relações Internacionais em Portugal

INTRODUÇÃO

A docência que há largos anos desenvolvemos no Departamento de Relações Internacionais da Universidade Lusíada do Porto levou-nos, desde cedo, a apercebermo-nos das dificuldades que se colocam a quem se dedica aoensino desta área científica em Portugal: • por um lado, a deficiente preparação dos alunos que frequentam os cursos de Relações Internacionais, obrigados, dada a natureza multidisciplinar daquela, a dominarem teorias, conceitos e factos que relevam, logicamente, das próprias Relações Internacionais, mas também, das ciências sociais em geral, particularmente da História, Política, Direito,Sociologia e Economia; • por outro lado, a inexistência de bons manuais de Relações Internacionais, traduzidos em português ou da autoria de especialistas nacionais, nomeadamente um Dicionário de Relações Internacionais, que permita aos alunos a definição e compreensão dos conceitos utilizados nas disciplinas que integram tal licenciatura. É certo que, recentemente, alguns trabalhos se publicaram etraduziram no sentido de tentar colmatar esta lacuna. O professor Adriano Moreira, pai da Ciência Política, da Política Internacional e das Relações Internacionais em Portugal, publicou a sua excelente Teoria das Relações Internacionais (1997); Pascal Boniface viu traduzido em português o seu Atlas de Relações Internacionais (1999); e José Adelino Maltez, mais recentemente, deu à estampa o seuerudito Curso de Relações Internacionais (2002). E no que diz respeito a dicionários ou glossários de Relações Internacionais, surgiu, entretanto, traduzido em português, o Dicionário das Relações Internacionais, dirigido por Pascal Boniface (2001), o qual, enformado por uma concepção «empírico-descritiva» das Relações Internacionais, está longe de cumprir os objectivos que se pretendem numa obra destanatureza. Todavia, continua a faltar, no primeiro caso, um bom manual de Introdução às Relações Internacionais, que «de forma tão clara e tão pedagógica quanto possível, apresente o essencial do saber acumulado, aplicando-o às grandes questões de hoje» (Smouts). E, no segundo caso, um dicionário que nos forneça, em língua portuguesa, as ideias, as teorias, as correntes doutrinais e os conceitosfundamentais para uma razoável compreensão, por parte dos alunos, das Relações Internacionais enquanto ciência – para já não falarmos dos conceitos de disciplinas das áreas da História, da Política, do Direito, da Sociologia, da Economia, da Ecologia e até da Metodologia das Ciências Sociais, que lógica e obrigatoriamente integram os cursos de Relações Internacionais. Algo como o Dictionary of...
tracking img