Trabalho e pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4349 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AS FRAUDES CONTRA AS ORGANIZAÇÕES
E O PAPEL DA AUDITORIA INTERNA

Humberto Ferreira Oriá Filho (*)
(*) Bacharel em Administração de Empresas (UFC), em Ciências Econômicas e em Ciências Contábeis (UNIFOR), com pós-graduação em Auditoria Interna (UFC). Coordenador da Auditoria Interna da Unimed de Fortaleza.
Professor Universitário (Faculdade Integrada do Ceará - FIC). Membro do Instituto dosAuditores Internos do Brasil (AUDIBRA), do Conselho Regional de Administração (CRA-CE/PI) e do Conselho Regional de Contabilidade (CRC-CE).
RESUMO
Atualmente, as fraudes são inúmeras de diversos tipos e modalidades. No Brasil, elas passavam desapercebidas dos administradores devido aos efeitos inflacionários, mas com a estabilização econômica, advinda do Plano Real, este problema se tornouvisível e suas perdas insuportáveis de serem absolvidas pelas organizações. Estas são calculadas em torno de 2% do faturamento bruto das empresas. As auditorias internas não eram valorizadas e pouco nelas se investiam. Adotou-se, como principal referencial teórico para o desenvolvimento deste tema, as Normas Brasileiras de Contabilidade. As estatísticas demonstram que a auditoria interna está em 2°lugar como responsável pela descoberta de fraudes (20%), atrás somente dos controles internos (32%), e também em 2° lugar como opção de ação executada após a descoberta da fraude (39%), revelando assim que a auditoria interna é hoje um elemento de controle imprescindível às organizações e, junto com os controles internos, também é eficaz quanto à proteção, identificação e prevenção de erros eirregularidades. É mister, portanto, a valorização e o devido reconhecimento dos auditores internos como pessoas que agregam valor às empresas e que otimizam resultados.
Palavras-Chave: fraudes, auditoria, prevenção.
INTRODUÇÃO
As fraudes não são privilégios somente de nossa época ou de nossa sociedade atual. São tristes fatos que vêm se perpetuando pela história do homem e de suas civilizações.Atualmente, as empresas estão percebendo cada vez mais, que as fraudes também não são exclusividade de determinadas entidades ou de determinados ramos de negócios. Elas atacam qualquer tipo de organização: seja ocidental ou oriental; seja nacional ou multinacional; seja pública, mista ou privada; seja micro, pequena, média ou grande; seja Sociedade Anônima (S/A), Limitada (Ltda.) ou Cooperativa; sejaprofissional ou familiar; seja rural ou urbana; seja com ou sem fins lucrativos; seja da área produtiva, da área comercial ou da área de serviços.
Vive-se hoje num mundo culturalmente, economicamente e/ou mercadologicamente globalizado, onde as organizações enfrentam não mais uma concorrência local, regional ou setorial, mas uma concorrência a nível mundial. Nesse contexto, cada esforçodesprendido eficazmente, cada economicidade realizada nos processos produtivos fará grande diferença, como também, cada erro, falha, desvio, perda e/ou desperdício será um fardo cada vez mais pesado e difícil de suportar.
As fraudes provocam, além das altas perdas financeiras, outras conseqüências por demais devastas. No âmbito do ambiente de trabalho, provocam um clima de insegurança e desconfiança entreos funcionários e suas chefias. No âmbito da direção geral da empresa, provocam suspeitas e desconfianças sobre a capacidade de gestão de seus administradores. No âmbito externo, maculam a imagem da organização junto ao público consumidor.
No Brasil, as fraudes quase nunca eram percebidas devido a elevada inflação, que mascarava as perdas financeiras decorrentes e, também, não levavam osadministradores a observar com mais atenção ao problema. As perdas por erros e irregularidades eram incorporadas aos custos da operação e repassadas ao consumidor. Com a estabilização da moeda brasileira, advinda com o Plano Real, este problema tornou-se visível para a maioria das organizações.
Neste período, eram poucas as empresas que possuíam em seus quadros auditores internos ou tinham a...
tracking img