Trabalho a historia do grafite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5699 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Imigração japonesa no Brasil
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imigração Japonesa no Brasil
日系ブラジル人
Nipo-brasileiros |
|
Imigração |
Início oficial: 1908 com navio Kasato Maru.
Principais destinos: São Paulo, Paraná, Pará.
Total de imigrantes: cerca de 200 mil. |
Artigos sobre Imigração Japonesa no Brasil |
Imigração japonesa no BrasilCronologia da imigração japonesa no Brasil
Fazenda Santo Antônio | Kasato Maru
Shindo Renmei | Imigração japonesa
Dekasseguis | Dekasseguis brasileirosCentenário da imigração japonesa ao Brasil |
Nipo-brasileiros |
População: cerca de 1.500.000 (0.7% da população brasileira[1]).
Religião: católica[2], budista, xintoísta[3].
Idiomas: Português e Japonês (minoria).
Brasileiros no Japão: cercade 300 mil[4]. |
Artigos sobre Nipo-brasileiros |
Nikkei | Categoria:Nipo-brasileiros
Lista de nipo-brasileiros |
ver • editar |
A imigração japonesa no Brasil começou no início do século XX, através de um acordo entre o governo japonês e o brasileiro. Atualmente, o Brasil abriga a maior população japonesa fora do Japão com cerca de 1,5 milhão de nikkeis (日系, nikkeis?) (termo usado paradenominar os japoneses e seus descendentes).
Índice[esconder] * 1 História * 1.1 Razões da imigração * 1.1.1 Necessidade de emigração no Japão * 1.1.2 Necessidade de imigração no Brasil * 1.2 A pré-imigração * 1.3 Primórdios da imigração oficial * 1.4 Dificuldades dos primeiros tempos * 1.5 A grande imigração nipônica * 1.6 O nacionalismo da EraVargas * 1.7 Segunda Guerra Mundial * 1.8 Pós-guerra * 1.9 Inversão do fluxo migratório * 2 Aspectos sociais * 2.1 Miscigenação * 2.2 Demografia * 2.3 Idiomas * 2.4 Religião * 3 Influência da imigração japonesa no Brasil * 4 Referências * 5 Bibliografia * 6 Ver também * 7 Ligações externas |
[editar] História
[editar] Razões da imigração
[editar]Necessidade de emigração no Japão

Cartaz de propaganda da imigração de japoneses para o Brasil.
O Japão estava superpovoado no século XIX. O país tinha ficado isolado do Mundo durante os 265 anos do período Edo (Xogunato Tokugawa), sem guerras, epidemias trazidas do exterior ou emigração. Com as técnicas agrícolas da época, o Japão produzia apenas o alimento que consumia, sem praticamente formaçãode estoques para períodos difíceis. Qualquer quebra de safra agrícola causava fome generalizada.
O fim do Xogunato Tokugawa deu espaço para um intenso projeto de modernização e abertura para o exterior durante a era Meiji. Apesar da reforma agrária, a mecanização da agricultura desempregou milhares de camponeses. Outros milhares de pequenos camponeses ficaram endividados ou perderam suas terraspor não poder pagar os altos impostos, que, na era Meiji, passaram a ser cobrados em dinheiro, enquanto antes eram cobrados em espécie (parte da produção agrícola).
Os camponeses sem terra foram para as principais cidades, que ficaram saturadas. As oportunidades de emprego tornaram-se cada vez mais raras, formando uma massa de trabalhadores miseráveis.
A política emigratória colocada em práticapelo governo japonês tinha como principal objetivo aliviar as tensões sociais devido à escassez de terras cultiváveis e endividamento dos trabalhadores rurais, permitindo assim a implementação de projetos de modernização.[5]
A partir da década de 1880, o Japão incentivou a emigração de seus habitantes por meio de contratos com outros governos.[6] Antes do Brasil, já havia emigração de japonesespara os Estados Unidos (principalmente Havaí), Peru e México. No início do século XX, também houve grandes fluxos de emigração japonesa para colonizar os territórios recém-conquistados da Coreia e Taiwan. Somente no Brasil e Estados Unidos se formaram grandes colônias de descendentes de japoneses. Praticamente todos os imigrantes que formaram grandes colônias na Coreia e Taiwan retornaram ao Japão...
tracking img