Trabalho sobre bric´s

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7487 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
 
 
 
 

 
 

Tema: O papel dos BRICS na economia mundial
 
 
 
1. Introdução
Em economia, BRIC é uma sigla que se refere a Brasil, Rússia, Índia, China, que se destacaram no cenário mundial pelo rápido crescimento das suas economias em desenvolvimento. O acrônimo foi cunhado e proeminentemente usado pelo economista Jim O'Neill, chefe de pesquisa em economia global do grupofinanceiro Goldman Sachs, em um estudo de 2001 intitulado "Building Better Global Economic BRICs".
O México e a Coréia do Sul seriam os únicos países comparáveis com os países BRIC, de acordo com um artigo publicado em 2005, mas suas economias foram excluídas inicialmente porque já foram consideradas mais desenvolvidas. O Goldman Sachs argumenta que, uma vez que estão em rápido desenvolvimento, em 2050, oconjunto das economias dos BRICs pode eclipsar o conjunto das economias dos países mais ricos do mundo atual. Os quatro países, em conjunto, representam atualmente mais de um quarto da área terrestre do planeta e mais de 40% da população mundial.
O Goldman Sachs não afirma que os BRICs se organizam em um bloco econômico ou uma associação de comércio formal, como no caso da União Européia.  Noentanto, há fortes indícios de que “os quatro países do BRIC” têm procurado formar um "clube político" ou uma "aliança", e assim convertendo "seu crescente poder econômico em uma maior influência geopolítica." Em 16 de junho de 2009, os líderes dos países do BRIC realizaram sua primeira reunião, em Ecaterimburgo, e emitiram uma declaração apelando para o estabelecimento de uma ordem mundialmultipolar. Desde então, os BRICs realizam cúpulas anuais e, em 2011, convidaram a África do Sul a se juntar ao grupo, formando o BRICS.
                                                                                               
 
 

2. O que foram e o que são os BRICS?

No plano demográfico, se trata dos dois países mais populosos do planeta e de dois outros de populaçõesconsideráveis. A China representa sozinha, mais de um quinto da população mundial, seguida de perto pela Índia (17,5%) e, bem mais longe, pelo Brasil (2,9%) e pela Rússia (2,2%). Mesmo dispondo de grandes territórios. Dos 17 milhões de km2 da Rússia, aos 3,2 da Índia, passando pelos 9,3 da China e pelos 8,5 do Brasil., os BRIC diferem entre si, no que se referem a recursos naturais, graus de industrialização ecapacidade de impacto na economia mundial. E importante registrar essas diferenças, pois que a forca de um conceito unificador pode fazer com que similitudes indevidas sejam traçadas quanto ao papel dos quatro países na economia mundial, dai redundando conclusões arriscadas quanto a sua presença na evolução futura dessa economia. Talvez se devesse, para corresponder ao peso efetivo de cada um,inverter a ordem normalmente admitida por essa sigla atraente: Cirb.

Comecemos, pois, pela China. Trata-se da mais antiga civilização continua da historia, não exatamente pela linearidade política, mas sim pela continuidade cultural. Sua historia contemporânea e, no entanto, trágica, feita de decadência econômica, instabilidade politica, humilhação militar e retrocessos sociais expressos em umadegradação profunda do tecido social, quando as loucuras econômicas de Mao TSE-tung levaram o pais a uma hecatombe humana, criando uma lacuna demográfica de dezenas de milhões de pessoas.

A Índia e a segunda civilização ¡continua¡± mais antiga do mundo, valendo as aspas pela diversidade de culturas e etnias. Não ha propriamente unidade cultural e sua historia politica só parece fazer sentido combase na unidade temporária introduzida por invasões estrangeiras, em especial o Império mongol, seguido pela dominação de uma companhia de comercio inglesa, depois convertida em supremacia britânica sobre povos muito distintos entre si. A Índia moderna e uma invenção do Império britânico.

A Rússia também e antiga, dotada de tradições culturais que a identificam como unidade cultural desde a...
tracking img