Trabalho sobre santo agostinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
APRESENTAÇÃO DO PENSADOR
Biografia
Aurélio Agostinho (Aurelius Augustinus) nasceu a 13 de novembro de 354 em Tagaste, na província romana da Numídia, na África. Filho de Patrício (pequeno proprietário), de quem herdou o temperamento sensual e impetuoso, e de Mônica, mulher cristã, de quem herdou a ternura e a tendência para a contemplação mística.
Iniciou seus estudos na escola daaldeia; a disciplina era dura e Agostinho impaciente. Com o desejo de torná-lo um exímio retórico (professor de letras e eloqüência), seu pai o envia a Madaura. Agostinho dedica-se com afinco ao estudo dos clássicos latinos. Não se entusiasma muito com o aprendizado do grego, que jamais conseguirá dominar. Porém, Romaniano, um amigo rico de seu pai, o impulsiona aos estudos, desta vez em Cartago,capital da África romana. Aí estuda retórica, dialética, geometria, música e matemática. Começa a conviver com uma mulher, a qual amará “de amor constante”, e tem o filho Adeodato, em 372. A relação dura mais de dez anos, mas nunca se casam.
Por intermédio de sua mãe, começa a participar da classe de catecúmenos da igreja católica; porém, Agostinho considera sua doutrina irracional. Em 373, com 19anos,
lê Hortensius, obra do clássico Cícero, que era um elogio da filosofia como culto da sabedoria; Agostinho sente-se atraído pela Filosofia.Lê também a Bíblia que, devido as más traduções da época, não compreende. Aos 20 anos ingressa na seita dos maniqueus e faz parte desta por nove anos. Neste período também começa a se interessar pela astrologia.
Com o falecimento do pai, para ajudarna sobrevivência da família, ensina gramática em Tagaste, por um ano. Torna-se um herege e libertino e, por isso, sua mãe o expulsa de casa. Reaparece o rico Romaniano que o leva de volta a Cartago, onde Agostinho abre uma escola de retórica. Publica sua primeira obra: “Do belo e do conveniente”. Começa a mostrar-se descontente com os maniqueístas, sobretudo depois do fracassado encontro com obispo Fausto. Porém, em consideração aos amigos, não pretendia romper definitivamente com os maniqueus. Quanto à escola, seus alunos eram indisciplinados e a paga era modesta.
Em 383, depois de oito anos, embarca para Roma. É hospedado por amigos maniqueus, que também lhe obtém uma cátedra nesta cidade. Nesse período atravessa uma crise de ceticismo: “a verdade se lhe apresenta como inacessível”.Sente-se atraído pelo neoplatonismo e uma profunda necessidade de libertar-se da escravidão dos sentidos. Passa a ouvir as pregações do bispo Ambrósio que lhe abre o entendimento para as Sagradas Escrituras.
Em julho de 386, com 32 anos de idade, converte-se ao cristianismo e é batizado, durante a vigília pascal de 24 para 25 de abril de 387, pelo bispo Ambrósio. Juntamente com ele se batizam oamigo íntimo Alípio e o filho Adeodato, então com 15 anos. Os três passam sete meses de retiro em Cassicíaco, na Itália.
Em 388 retorna para Tagaste e funda, em sua casa, uma comunidade monaística, vivendo como monge com seus amigos e seu filho Adeodato. Porém, com apenas 19 anos de idade, Adeodato vem a falecer.
Embora não tivesse intenção de tornar-se padre, em 391 é ordenado numa cidade próximade Hipona, sendo ordenado como bispo auxiliar de Hipona, quatro anos mais tarde. Em 396 tornou-se bispo da diocese, sucedendo o bispo Valério. Passa a ter muitos seguidores, discípulos, para quem escreve “Régula ad servos Dei”.
Por quase quarenta anos Agostinho prossegue com sua atividade ministerial e a publicação de escritos dogmáticos, morais, exegéticos, pastorais e outros. Em agosto de 420,Genserico e seus vândalos, após terem tomado posse de Cartago, cercaram Hipona. No dia 28 de agosto de 430, Agostinho morre, na santidade e na pobreza em que vivera por tantos anos.
Um resumo do seu perfil: saúde sempre precária, sofria de insônia, o que favoreceu seus escritos; rico de humanidade; enamorado da vida; amante, sobretudo da verdade.

Obras
Agostinho enumera suas obras nas...
tracking img