Trabalho sobre gisela konopka e o ss

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5539 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ
(UNOCHAPECÓ)

SERVIÇO SOCIAL DE GRUPO

Eliza Favaretto Villani
Fabiane Moretti
Faubiana Sutil de Oliveira
Natalia dos Santos Kranz
Serviço Social 2009/02Fundamentos de Serviço Social I

Chapecó – SC, nov. 2009

Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó)
Centro de Humanas e Jurídicas
Curso: Serviço Social
Disciplina: Fundamentos de Serviço Social I
Professora: Claudete Bressan

SERVIÇO SOCIAL DE GRUPO

Eliza Favaretto Villani
Fabiane MorettiFaubiana Sutil de Oliveira
Natalia dos Santos Kranz

Chapecó – SC, nov. 2009
RESUMO:

O Serviço Social até chegar ao que temos hoje, passou por uma série de importantes transformações e experimentos, O Serviço Social de Grupo bem como o Serviço Social de caso foram participantes dessas transformações e mudanças que ocorrem à todo o momento nasociedade, na vida da pessoas no mundo inteiro algumas para melhor outras nem tanto mas todas com finalidade de resolver, melhorar ou simplesmente corrigir. Mas no caso do Serviço Social é mais abrangente, pois a sociedade é falha, o sistema é falho e as pessoas que os fazem também são falhas. Dentro deste mesmo contexto tem-se o profissional Assistente Social, que faz a garantia dos direitos daspessoas proporcionando à elas maior bem estar social.
Gisela Konopka foi a pioneira, pessoa que serviu como base para todos os outros autores que se utilizavam do método do Serviço Social de Grupo.
O presente texto visa expor idéias de Gisela Konopka, bem como pontos levantados em conferências que envolviam o Serviço Social de Grupo e Serviço Social de Caso.

Palavras Chave:
Serviço Social deGrupo, Assistente Social de Grupo, Assistente Social, Diagnóstico.
INTRODUÇÃO:

O presente trabalho tem como finalidade mostrar a realidade do que era o Serviço Social de Caso como era vista a profissão pelos membros dos grupos bem como a diferença do que é o Serviço Social nos dias atuais.
O trabalho conta com exemplos da prática profissional do Assistente em diversos campos de atuação, aschamadas “agências sociais” e grupos de convivência sobre a visão da pioneira do Serviço Social de Grupo Gisela Konopka.
Como toda a profissão em qualquer época, passa por dificuldades, estas também serão expostas no desenrolar do trabalho.
O Serviço Social de Grupo não era apenas uma profissão, mas sim uma filosofia, um método.

Vida:
Gisela Konopka nasceu em 11 de Fevereiro de 1910 naPolônia e migrou juntamente com seus pais para a Alemanha. O Pai de Gisela tinha grande adoração por livros, coisa que transpôs à todos os filhos. Gisela Viveu em Berlin com mais duas irmãs.
Durante sua adolescência Gisela tomou ar de “revolucionaria” juntando-se ao movimento juvenil (Wandervogel), a participação neste movimento desencadeou nela uma forma de liberdade autoritária e forças paraparticipar de novos movimentos.
Gisela trabalhou mais tarde na cidade de Hamburgo como trabalhadora em fábrica. Em contato com o movimento trabalhista e sindical, Gisela juntou-se à Internacional Socialista e se evolveu na luta com Like minded anti nazista.
Foi neste período que conheceu seu marido Paul Konopka, no qual se casaram em 1941 até a morte em 1976 não tiveram filhos, mastiveram um casamento feliz.
Anos antes em 1929 à 1933, Gisela estudou psicologia, filosofia, história e o trabalho social da universidade de Hamburgo.
Denominação do Trabalho de Grupo:
Ajudar pessoas em grupo através de um grupo não é algo fácil, pois é complexo e difícil de trabalhar. A autora relaciona, o “trabalho de grupo” com a dominação dos elementos, a força dos elementos. Os...
tracking img