Trabalho sobre douglas mc gregor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Unip – Universidade Paulista








MacGregor

Teorias X e Y



























INTRODUÇÃO



Em nosso trabalho iremos falar sobre Douglas MacGregor um dos pensadores da área de Relações Humanas e o criador das teorias X e Y, abordamos várias características dessas teorias de motivação. A teoria X fala sobre o ser humano preguiçoso que nãogosta de trabalhar e por esta razão ele se torna um ser humano onde os outros tem que ficar os vigiando e orientando, já a teoria Y deixa claro que quando o ambiente de trabalho se torna motivado os trabalhadores são responsáveis e procuram mais responsabilidades.






































Douglas MacGregor e as teorias X e Y

DouglasMcGregor (1906 - 1964) foi economista e professor universitário estadunidense, um dos pensadores mais influentes na área das relações humanas.
Nasceu em Detroit e licenciou-se no City College. Doutorou-se em Harvard, onde lecionou Psicologia Social, e foi professor de Psicologia no MIT. Em 1948 era presidente do Antioch College, em Yellow Springs, e em 1962 lecionava a disciplina de GestãoIndustrial na Sloan Fellows.
MacGregor é mais conhecido pelas teorias de motivação X e Y. A primeira assume que as pessoas são preguiçosas e que necessitam de motivação, pois encaram o trabalho como um mal necessário para ganhar dinheiro. A segunda baseia-se no pressuposto de que as pessoas querem e necessitam trabalhar. Um argumento contra as teorias X e Y é o fato de elas serem mutuamenteexclusivas. Para o contrapor, antes da sua morte, MacGregor estava desenvolvendo a teoria Z, que sintetizava as teorias X e Y nos seguintes princípios: emprego para a vida, preocupação com os empregados, controle informal, decisões tomadas por consenso, boa transmissão de informações do topo para os níveis mais baixos da hierarquia, entre outros.
As teorias X e Y, desenvolvidas na década de50, por Douglas MacGregor, mostram a possibilidade de duas formas de gerenciar a produtividade humana dentro das organizações. As duas possibilidades, totalmente extremada nos deixam claro que ainda existem muitas organizações que trabalham tanto de forma X como de forma Y. Embora muitos autores e outras teorias discordem de MacGregor, fica evidente a presença dessas teorias nas organizações nosdias atuais, tanto integral quanto parcial.
A teoria X e Y, de MacGregor, foram publicadas primeiramente em 1960, sob o título “The human side of enterpise” (O lado humano das organizações). Seguindo suas teorias para obter uma administração de recursos humanos de qualidade, seria necessário adaptar os objetivos e necessidades à natureza humana para se adequar ao controle e autoridade porparte organizacional.

Teoria X

A teoria X representa forte controle sobre os recursos humanos dentro da organização, como demonstra os itens a seguir:

- O ser humano, em geral, não gosta intrinsecamente de trabalhar, e trabalha o mínimo possível.
- Por essa razão a maior parte das pessoas precisa ser coagida, vigiada, orientada, ameaçada com castigos a fim de fazer o devido esforço paraalcançar os objetivos da organização.
- O ser humano médio prefere ser dirigido, desejando evitar responsabilidades; é pouco ambicioso, procurando segurança acima de tudo.
- Empregados evitarão responsabilidades e procuram receber ordens formais, sempre que possível.
- A maioria dos trabalhadores põe a segurança acima de todos os fatores associados ao trabalho, exibindo pouca ambição.Teoria Y

A teoria Y deixa evidente que, através de ambiente organizacional adequado, o desenvolvimento dos recursos humanos é muito mais otimizado e pode ser mais bem aproveitado. As características da teoria são:

- O esforço físico e mental no trabalho é tão natural como o lazer ou no descanso.
- Controle externo e ameaça de castigo não são os únicos meios de suscitar esforços...
tracking img