Trabalho sobre bula de medicamentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1081 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
I. INTRODUÇÃO
A bula é o principal instrumento que permite ao paciente saber com exatidão como usar e
como evitar os riscos do consumo do medicamento prescrito pelo seu médico ou cirurgiãodentista.
Elaboradas por profissionais técnicos nos laboratórios, as bulas nem sempre
seguem padrões coerentes e facilitadores de leitura para o paciente, como, por exemplo, o uso excessivo de termos técnicos ea sintaxe complexa e confusa.

A bula contém 3 partes de acordo com a ANVISA

1- Identificação do medicamento: Contém os dados dos medicamentos referentes á sua composição, formas farmacêuticas, vias de administração, restrição de faixas etárias (uso adulto e/ou pediátrico), apresentações comercializadas, e, ainda, peso, volume liquído, ou quantidade de unidades, conforme o caso.
Bula doprofissional da súde: de acordo com a RDC 140, é o “Documento legal sanitário que contém informações técnico-científicas e orientadoras sobre medicamentos para o seu uso racional, as quais são disponibilizadas aos profissionais da saúde”.
2- Bula do paciente: as informações aos pacientes são obrigatórias e devem ser escritas em linguagem facilmente compreensível pelo paciente e podem estar estruturadas naforma de perguntas e respostas.
3- Dizeres legais: contém o número do registo da Anvisa, nome do farmacêutico responsável, nome completo e endereço do fabricante e titular do medicamento, cadastro nacional da pessoa jurídica (CPF) e telefone de serviço de atendimento ao consumidor

II. A BULA
A bula é um tipo de texto (ou gênero) desenvolvido, usado e interpretado a partir de
situaçõesrecorrentes definidas e que servem para estabilizar a experiência e dar a ela
coerência e significado. As informações contidas nas bulas são provenientes da indústria
farmacêutica, da classe médica e farmacêutica.
Segundo pesquisas promovidas pela Anvisa, a bula é dirigida a dois tipos de leitores – o
profissional de saúde e o paciente - e em ambos os casos ela apresenta problemas. A bula
dirigida aosprofissionais de saúde apresenta falhas em relação a pouca informação do
conteúdo. Por outro lado, a bula dirigida ao paciente (o leigo) apresenta problemas que
dificultam a sua leitura e compreensão, principalmente:
* Tamanho da letra (muito pequeno)
* Excesso de informação e de termos técnicos
* Frases longas, complexas e confusas
* Excesso de nominalização
* Uso predominante da voz passiva

III.PRINCÍPIOS DE REDAÇÃO DE BULA PARA O PACIENTE
1. PRINCÍPIO DA REDAÇÃO CLARA
* Use frases curtas para instruções longas e complicadas.
A maior parte das bulas para o paciente contém várias instruções e avisos importantes em
uma única frase, longa e complexa. O resultado é confusão e o não entendimento por parte
do leitor. No mínimo, ele pode ser forçado a ler a frase mais de uma vez até conseguircompreendê-la.
* Use a voz ativa sempre que adequado.
Os verbos na voz ativa mantêm a conexão entre o sujeito e o verbo mais próxima
acrescentando mais vigor e precisão à frase do que os verbos na voz passiva.
* Use linguagem comum sempre que possível.
Embora certos termos técnicos sejam essenciais, o leitor da bula para o paciente não é um
expert e portanto uma linguagem mais acessível e menosconfusa deve ser a ele
apresentada.
* Evite muitas orações subordinadas/coordenadas em uma frase.
As frases complexas e indiretas causam perplexidade ao leitor. As orações subordinadas
podem ser simplificadas omitindo as conjunções ou simplesmente sendo re-escritas em
separado, formando frases mais curtas.

2. PRINCÍPIOS DA ESCOLHA E USO DAS PALAVRAS
Médicos e farmacêuticos possuem um léxico repleto determos técnicos e de termos nãotécnicos
obsoletos ou redundantes que podem ser substituídos por sinônimos ou
explicações mais acessíveis ao leigo.
* Use apenas os termos técnicos essenciais.
Pense sempre na palavra ou termo mais familiar do que a apresentada na bula sem, no
entanto, correr o risco de ‘supersimplificação’.

3. PRINCÍPIOS DE TOM
Tom, na escrita, significa a atitude do autor em...
tracking img