Trabalho puc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8019 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTUDO DE CASO PERCY BARNEVIK
ASEA BROWN BOVERI - ABB
Prof. Pedro Mandelli/Fundação Dom Cabral
2005
1. A ORIGEM DE PERCY BARNEVIK
Percy Barnevik nasceu em uma família relativamente próspera, em 13 de fevereiro de 1941,
ao sul da Suécia, no mar Báltico. Foi o caçula dos três filhos, tendo um irmão e uma irmã
mais velhos. Seu pai trabalhou inicialmente para o jornal local, antes de abrir suaprópria
empresa gráfica. Percy Barnevik passou a sua infância na estéril e gelada costa ocidental da
Suécia, onde foi diariamente catequizado numa ética luterana de trabalho pelo seu ambiente e
pelos pais. O desperdício, a ineficiência, a indecisão e a má conduta eram condenáveis:
ganha-se o pão com o suor do rosto. O próprio Barnevik trabalhava como chapista nas suas
folgas. O seu trabalhona pequena gráfica deu-lhe os instrumentos para sobrevivência e
sucesso, que utilizou durante toda a sua vida. Ele aprendeu o valor do comprometimento, dos
prazos e da rapidez e, acima de tudo, do atendimento ao cliente. Aprendeu também sobre o
estresse e como enfrentá-lo.
Essa forma de trabalho motivou-o durante sua carreira acadêmica. Barnevik estava
determinado a ser o melhor aluno daturma. Ele era o aluno que sempre tinha uma resposta
pronta quando o professor formulava uma pergunta. Mesmo naquela época já era intolerante
ao desperdício de tempo. Diferentemente de muitos de seus contemporâneos ele preferia
familiarizar-se com o currículo escolar bem antecipadamente, tipicamente estudando as
matérias muito antes do início das aulas. Até hoje, sabe-se que ele odeia fazerqualquer coisa
sem antes saber preparar-se bem, e está sempre pronto com as informações que precisa,
sempre que necessário. Na escola Barnevik impacientava-se quando as discussões viravam
digressões, ou quando as aulas andavam devagar demais para ele. Não é que ele fosse
arrogante nem sentisse superior aos outros, menos dotados, provavelmente era porque ele
achava que estavam desperdiçando tempo,que poderia ser aplicado com maior produtividade
em outros afazeres. Ele tem plena consciência de que esse comportamento continua até hoje.
Eberhard von Koerber, um de seus colegas no Konzernleitung (Equipe Dirigente) chama esse
padrão de comportamento de “impaciência construtiva”. Barnevik sabe que nem todos
conseguem reagir tão rapidamente ou ser tão bem preparados quanto ele, e isso o tornaum
chefe exigente. Apesar de seus esforços para controlar sua impaciência, seus colaboradores
mais antigos sempre lhe dizem que ele continua tão impaciente como sempre.
Barnevik sempre foi competitivo. Na Escola de Economia de Goethenburg, ele
constantemente definia a si próprio metas cada vez mais ambiciosas de realização acadêmica.
Até hoje, odeia perder ao jogar tênis com seu velho amigoArne Bennborn, vice-presidente
sênior de grandes fábricas de compósitos.
Barnevik jamais se considerou pessoa sociável. Matriculou-se em escolas de dança, mas
nunca aprendeu a dançar direito. Nunca fumava, e raramente bebia. As pessoas o achavam
excessivamente sério e distante. Sempre parecia estar preocupado e com pressa. As pessoas
reconheciam, contudo, assim que o conhecessem melhor, queele tinha um certo senso de
humor seco.
Ele tinha apenas 18 anos quando foi aceito pela exclusiva Escola de Economia de
Gothenburg. Nessa ocasião, realizou seus estudos como o mesmo vigor, tenacidade,
perfeccionismo e dedicação com que havia feito tudo o mais na vida. Afiou suas
competências analíticas e avaliativas, e, conforme dito por seus colegas, fazia isso avaliando
novas idéias, em vezde produzi-las ele mesmo. Barnevik tinha a tendência de afirmar que ele
queria ser reprovado caso não fosse o melhor aluno em todas as matérias.
Durante seus estudos ele parecia não pensar muito na carreira que gostaria de seguir. Estava
interessado em pesquisa, contudo resolveu matricular-se na Licenciatura em Filosofia, curso
que o ligaria mais profundamente com o meio acadêmico.
O...
tracking img