Trabalho Para Apresentar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (282 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Participante do grupo

João Batista Gomes Cordeiro
Lucimar Luisa da Silva Cordeiro
Lidiane Cruz da Silva
Ivana da Silva Arruda Fernandes
Dimaria Ferreira de Sousa Barros
O temaAs línguas de sinais: suas importância para os surdos

Erikson (1998) pesquisador surdo sueco referes a três fazes na história da educação de surdos.
Primeira fase: até 1760
Naprimeira fase da história da educação dos surdos, as crianças surdas das famílias abastadas eram ensinada individualmente por tutores – geralmente médico ou religioso.
Pedro Ponce deLeon (1520-1584) foi um dos tutores que se destacou no ensino de surdos da nobreza espanhola, usava o alfabeto manual com as duas mãos, fazendo junção dos sinais usado pelos osmonges beneditinos que vivam sob a lei do silencio desenvolvidos pela a família Velasco ( Morais,1996)

Na segunda história: de 1760 a 1880 – escola para surdos.
O segundo períododa história da educação de surdos começa no final do século XVIII, quando três homens, desconhecido entre si, fundaram escola para surdos em diferentes países da Europa, ascrianças surdas passaram a ser escolarizadas em vez de individualmente, como antes, a educação formal tem, então três diferentes princípios e proposta no que diz respeito á língua usada.Na França a língua (LSF) Língua de sinais Francesa



A terceira fase:
Depois do congresso de Milão em 1980.
Foram formados associações para os surdos porque era proibido naeducação a línguas de sinais, serviam como referencia fundamental para os surdos. Na mesma época os surdos começaram a reivindicar seu direito, a língua dos surdos ser reconhecida naeducação, e também o movimento de reconhecimento da cultura, comunidade e identidade dos surdos, além de protestos e ações culturais para ser reconhecidos.
tracking img