Trabalho informal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1601 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROPOSTA DO TEMA: TRABALHO INFORMAL

INTRODUÇÃO


Estudar a informalidade significa entender as relações trabalhistas impostas pelas transformações do mundo capitalista, que não estão amparadas pela Consolidação das Leis do Trabalho, consideradas formas de trabalho autônomo, sem nenhum vínculo empregatício.
Segundo (2003) “o setor informal abriga uma grande parcela dos empregos tanto empaíses menos desenvolvidos como em países industrializados, representando 30% - 70% da mão de obra da América latina”, em virtude da falta de políticas públicas dos órgãos governamentais vigentes, necessárias para o ingresso dessa mão de obra disponível no mercado de trabalho formal.
Tanto na América Latina como no Brasil em especial, o mercado de trabalho informal
vem crescendo, em decorrência deum sistema tributário que não garante aos empresários melhores condições de contratação de pessoal, fugindo cada vez mais do pagamento dos custos de seguridade social, entre outros encargos;que gera uma grande evasão fiscal através da sonegação de impostos, aumentando bruscamente o mercado de trabalho informal.
O setor informal se propaga de acordo com o nível de desenvolvimento e a estruturaeconômica de cada país, “caracterizando-se pela produção em pequena escala, baixo nível de organização, e pela quase inexistência de separação entre capital e trabalho, enquanto fatores de produção”. (IBGE),2004)
No Brasil a informalidade é reconhecida onde quer que se vá, e já passou a ser característica dos grandes centros do país. A partir do momento em que um individuo perde seu emprego, ficatotalmente a mercê da sociedade capitalista, muitas vezes tratado como “exército de reserva” segundo (Pimenta, Saraiva e Correa, 2006),tendo como solução o trabalho informal, oportunidade que possa lhe conceder uma forma de sobrevivência.
Com o aumento do desemprego no Brasil e da informalidade consequentemente, a presença de homens e mulheres neste setor vem aumentando bruscamente, já quenecessitam aumentar a renda familiar, dado as novas formas organizacionais do trabalho.

(Vai acrescentar algo sobre a realidade do Icó ???)




JUSTIFICATIVA

Tem-se verificado, nos últimos anos o surgimento de uma nova configuração da informalidade com o aparecimento do chamado “novo trabalhador informal”.

- A atividade informal há muito aparece como elemento essencial para a sobrevivênciasocial e econômica da cidade do Icó.

- O desemprego estrutural aparece como um fenômeno central da crise do capitalismo em todo o mundo, afetando as economias das grandes potências, bem como, os países subdesenvolvimento dependente.

PROBLEMA
HIPÓTESES
REFERENCIAL TEÓRICO
METODOLOGIA
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS
CONSIDERAÇÕES FINAIS
REFERÊNCIAS
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA EESTATÍSTICA. Site Oficial:
www.ibge.org.br.
SCOTT, MAGGIE; Terceiro ensaio: Emprego e Desenvolvimento Econômico Local.
São Paulo, 2003.
RODRIGUES, Vivian Machado de Oliveira. Causas do Avanço do Trabalho Informal no
Brasil e Regiões Metropolitanas Brasileiras a Partir da Década de 1990. FAECO, Santo
André, 2007. Disponível em:
.
SINGER, Paul. Globalização e desemprego: diagnóstico político ealternativas. 7 ed. São
Paulo: Contexto, 2006.
SABADINI, Mauricio de Souza; NAKATANI Paulo. Desestruturação e informalidade do
mercado de trabalho no Brasil: revista Venezolana de analisis de coyuntura, 2002, Vol.
VIII, n. 2, jun. 2002. Disponível em:
MATTOSO, Jorge. O Brasil Desempregado. Fundação Perseu Ramos. São Paulo, 1999
CACCIAMALLI, Maria Cristina. Setor Informal Urbano e formas departicipação na
produção. São Paulo: Instituto de Pesquisas Econômicas-USP, 1983


APÊNDICES




Objetivos


Objetivo Geral

Descrever o mercado de trabalho contemporâneo, realizando um estudo de caso
do mercado de trabalho informal com os vendedores ambulantes que trabalham nas ruas da cidade do Icó.

Objetivos específicos


- Mostrar como se...
tracking img